-Publicidade-

Bolsonaro edita MP que facilita venda de ativos da Caixa

Para a equipe econômica, o plano de desinvestimento vai fortalecer o patrimônio do banco estatal, com ganho de especialização e melhora nos resultados
Agência da Caixa Econômica Federal | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Agência da Caixa Econômica Federal | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | Caixa

Para a equipe econômica, o plano de desinvestimento vai fortalecer o patrimônio do banco estatal, com ganho de especialização e melhora nos resultados

Caixa
Agência da Caixa Econômica Federal | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória para permitir que a Caixa venda a área de cartões e “setores considerados não estratégicos”.

A MP foi publicada nesta sexta-feira, 7, em edição extra do Diário Oficial da União. Para não perder a validade, o texto ainda precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional em até 120 dias.

A autorização prevista na proposta é válida até o dia 31 de dezembro de 2021. Segundo o governo, esse prazo será suficiente para as “reestruturações”.

A MP autoriza as subsidiárias da Caixa e as sociedades constituídas pelas subsidiárias do banco a “constituir outras subsidiárias, inclusive pela incorporação de ações de outras sociedades empresariais” e a “adquirir controle societário ou participação societária minoritária em sociedades empresariais privadas”.

Para a equipe econômica, o plano de desinvestimento vai fortalecer o patrimônio do banco estatal, com ganho de especialização e melhora nos resultados.

Segundo o governo, a mudança não afeta a atuação da Caixa no setor bancário, nem políticas públicas estratégicas, como o bolsa família, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o financiamento imobiliário.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês