-Publicidade-

Confiança do empresário do comércio cresce 11,5% em agosto

CNC afirma que os indicadores apontam que o fundo do poço da crise foi em abril
Movimentação no comércio em Porto Alegre, nesta quarta-feira (19/08/20) | Foto: José Carlos Daves/Futura Press/Estadão Conteúdo
Movimentação no comércio em Porto Alegre, nesta quarta-feira (19/08/20) | Foto: José Carlos Daves/Futura Press/Estadão Conteúdo

CNC afirma que os indicadores apontam que o fundo do poço da crise foi em abril

comércio - porto alegre
Movimentação no comércio em Porto Alegre, nesta quarta-feira (19/08/20) | Foto: José Carlos Daves/Futura Press/Estadão Conteúdo

A confiança do empresário do comércio cresceu 11,5% em agosto e alcançou 78,2 pontos, na comparação com o mês anterior.

O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira, 19, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

É a segunda taxa mensal positiva consecutiva do Índice de Confiança do Empresário do Comércio. No comparativo anual, no entanto houve queda de 32%.

Apesar de permanecer na zona de avaliação pessimista, que é abaixo dos 100 pontos, a alta mensal foi a maior desde o início da realização da pesquisa, em abril de 2011.

LEIA MAIS: OS JUROS BAIXOS E OS BANCÕES

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, a retomada econômica se dá de forma gradual, porque a redução em praticamente todos os segmentos foi intensa durante a pandemia.

Tadros entende que os indicadores apontam que o fundo do poço da crise foi em abril. Ele destaca a influência do comércio eletrônico no setor como resposta à pandemia.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês