-Publicidade-

Economatica: Prejuízo da Petrobras é o maior de uma empresa de capital aberto

Resultado está relacionado principalmente à queda dos preços do petróleo do tipo Brent e a novos níveis de câmbio

Resultado está relacionado principalmente à queda dos preços do petróleo do tipo Brent e a novos níveis de câmbio

Foto: Agência Petrobras

O prejuízo de R$ 48,5 bilhões apresentado pela Petrobras no primeiro trimestre deste ano foi o maior já registrado por uma empresa de capital aberto desde a criação do Plano Real tanto em valores nominais quanto ajustados pela inflação.

O levantamento é da Economatica, empresa especializada em informações financeiras, e foi divulgado nesta sexta-feira, 15.

Até o momento, resultados desse trimestre de outras três empresas também compõem os 20 maiores prejuízos nominais na série histórica, na avaliação da consultoria:

  • Suzano, R$ 13,4 bilhões;
  • Azul, R$ 6,15 bilhões;
  • JBS, R$ 5,93 bilhões.

O resultado da Petrobras foi fruto de uma baixa de R$ 65,3 bilhões no valor dos ativos da companhia, devido, principalmente, à queda dos preços do petróleo do tipo Brent e a novos níveis de câmbio.

Dívida

A dívida bruta da Petrobras atingiu R$ 463 bilhões no primeiro trimestre de 2020 e é a terceira maior na história da empresa; o maior valor foi registrado no terceiro trimestre de 2015, com R$ 506 bilhões, no levantamento da Economatica. A dívida total líquida entre janeiro e março deste ano foi de R$ 380 bilhões, também a terceira maior historicamente.

O caixa em março de 2020 foi de R$ 83,7 bilhões, o melhor registro desde o quarto trimestre de 2015, quando a empresa tinha caixa de R$ 100,8 bilhões. A dívida de curto prazo no trimestre foi de R$ 30,8 bilhões, que é o maior valor já registrado desde o primeiro trimestre de 2016. O caixa em março de 2020 é 2,7 vezes superior à dívida de curto prazo.

Com informações do Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês