-Publicidade-

Em contraponto à China, Japão e EUA iniciam exercício militar

Ação vai até 5 de novembro e envolve navios de guerra, centenas de aeronaves e 46 mil soldados, marinheiros e fuzileiros navais

Ação vai até 5 de novembro e envolve navios de guerra, centenas de aeronaves e 46 mil soldados, marinheiros e fuzileiros navais

Yoshihide Suga
Yoshihide Suga, primeiro-ministro do Japão | Foto: Wikimedia Commons

Após o aumento da atividade militar da China, o Japão e os Estados Unidos iniciaram nesta segunda-feira, 26, exercícios militares no entorno do território japonês.

A demonstração de força é a primeira grande mobilização desde que Yoshihide Suga se tornou o primeiro-ministro do Japão, no mês passado.

Leia mais: “Chile cede à esquerda e opta por nova Constituição”

Suga assumiu o governo prometendo manter o reforço militar visando a contrapor-se a Pequim, que reivindica ilhas do Mar do Leste da China controladas pelo Japão.

As manobras são realizadas a cada dois anos, envolvem navios de guerra, centenas de aeronaves e 46 mil soldados, marinheiros e fuzileiros navais dos dois países.

Segundo a agência Reuters, os exercícios vão até 5 de novembro e, pela primeira vez, incluirão treinamento de guerra cibernética e eletrônica.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês