-Publicidade-

Fernández liga para Putin e fala sobre vacina russa

Kremlin disse que os presidentes confirmaram a intenção de aprofundar a cooperação bilateral em todos os setores

Kremlin disse que os presidentes confirmaram a intenção de aprofundar a cooperação bilateral em todos os setores

Putin e Fernández
Vladimir Putin e Alberto Fernández | Foto: Mikhael Klimenyev/Associated Press/Estadão Conteúdo e rede social

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, pediu para falar por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, sobre a Sputnik V, vacina desenvolvida pelos russos, que tem gerado desconfiança na comunidade científica.

A assessoria de imprensa do Kremlin disse ontem, sexta-feira 6, que os mandatários conversaram e confirmaram a intenção de incrementar a cooperação bilateral em todos os setores, inclusive comercial e econômico.

Leia mais: “Trump não joga a toalha e assegura que provará fraude”

“Foi dada atenção especial à resposta à disseminação do coronavírus. Discutiram-se as perspectivas de implementação dos acordos atuais sobre o uso da vacina russa Sputnik V na República Argentina”, diz a nota.

Em 3 de novembro, Alberto Fernández anunciou que seu país pode comprar 25 milhões de doses da vacina Sputnik V entre dezembro e janeiro.

De acordo com Kirill Dmitriev, chefe do Fundo Russo de Investimento Direto, as vacinas para a Argentina serão produzidas por parceiros na Índia, China e Coreia do Sul.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês