-Publicidade-

Imunização em massa: Pazuello fala em priorizar 1ª dose

Ministro da Saúde destacou que a aplicação de uma dose já garante a taxa necessária para reduzir as infecções

Segundo o ministro da Saúde, a aplicação de uma dose já garante a taxa necessária para reduzir as infecções

Eduardo Pazuello
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello | Foto: Euzivaldo Queiroz/ Especial para o MS

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta segunda-feira, 11, que o governo quer priorizar a primeira dose da vacina contra a covid-19 para fazer a imunização em massa da população. Somente depois dessa fase, seria iniciada a segunda aplicação no país.

A declaração foi dada durante visita a Manaus quando o ministro falava da vacina da AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford e a Fiocruz.

Leia mais: “Recuperado, Mourão fala sobre seu tratamento contra a covid”

“Talvez o foco seja não na imunidade completa, mas na redução da contaminação, e aí a pandemia diminui muito”, afirmou Pazuello.

Segundo o ministro, a eficácia da aplicação de uma dose já garante a taxa necessária para reduzir as infecções.

“Com duas doses, você vai a mais de 90% [de eficácia], com uma você vai a 71%”, disse.

Até agora, os países que já iniciaram a vacinação, como Estados Unidos e Reino Unido, estão aplicando as duas doses em cada pessoa.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês