-Publicidade-

Resumo da semana: Ford, censura a Trump e caos em Manaus

Veja o que foi notícia
Caos em Manaus:: situação da saúde na cidade movimentou o noticiário brasileiro
Caos em Manaus:: situação da saúde na cidade movimentou o noticiário brasileiro | Foto: Divulgação/Simeam

Uma semana marcada pelo anúncio do fim da produção de veículos da Ford no Brasil, movimentações de políticos e partidos nas disputas pelo comando do Congresso Nacional, levante de plataformas de rede sociais contra Donald Trump, novidades relacionadas a vacinas contra a covid-19 e caos na saúde de Manaus. Assim pode ser definido o noticiários dos últimos dias.

Leia mais: “Por dentro da ‘gaveta’ de Rodrigo Maia”

Ao decorrer dos últimos dias, Oeste lista o que foi destaque. Confira abaixo:

  • Domingo, 10

A semana começou com censura. Plataforma de rede social popular entre conservadores dos Estados Unidos e de outros locais do planeta, o Parler foi suspenso das lojas virtuais do Google e da Apple. Além disso, o domínio on-line da empresa foi tirado do ar dos servidores de forma sumária por sua então fornecedora, a Amazon. No Brasil, o governo de São Paulo, promotor da CoronaVac, pediu para especialistas da Anvisa não serem “tão cientistas.”

  • Segunda, 11

Com o anúncio do fechamento das três fábricas da Ford no Brasil, a Fiesp criticou o sistema tributário do país e avisou que a decisão da montadora deveria servir de “alerta” às autoridades. No âmbito político, o PT surgiu de duas formas: ameaçou romper com Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados e anunciou apoio a Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para o comando do Senado. Líderes europeus criticaram a censura do Twitter e outras redes a Trump, que indicou o desejo de criar a sua própria plataforma.

  • Terça, 12

O presidente Jair Bolsonaro criticou a Ford e afirmou que a empresa omitiu que encerrará operação no Brasil porque não conseguiu mais subsídios. Criticada e alvo de protesto de funcionários na Bahia, a direção da montadora afirmou estar “comprometida” com o país. Diante da informação de que a eficácia geral da CoronaVac não chega a 54%, internautas foram ao Twitter pedir a renúncia do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O MDB oficializou Simone Tebet (MS) como candidata a presidente do Senado.

  • Quarta, 13

No embalo do Twitter, o YouTube suspendeu o canal do ocupante da Casa Branca — que viu a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovar mais um pedido de impeachment contra ele. Um dia após o presidente da França, Emmanuel Macron, criticar a soja brasileira, o doutor em ecologia Evaristo de Miranda questionou se, de facto, o país europeu pode conviver sem importar o grão brasileiro.

  • Quinta, 14

Redes sociais continuaram a ser destaque no noticiário. O Snapchat entrou para a lista de empresas censurando Trump. E o Parler abriu processo contra a Amazon. No Brasil, o ministério da Agricultura rebateu declarações de Macron, político preso por tráfico de drogas foi empossado vereador no interior do Paraná e mais quatro deputados lançaram candidaturas à presidência da Câmara. Com hospitais lotados e falta de cilindros de oxigênio, o governador do Amazonas, Wilson Lima, decretou toque de recolher noturno em Manaus.

  • Sexta, 15

Manaus seguiu em destaque (negativo) no noticiário. Enquanto um homem foi detido por esconder cilindros de oxigênio, o ex-prefeito Arthur Virgílio Neto pediu o impeachment do governador Wilson Lima. Com a saúde assumidamente em caos, o governo local anunciou a transferência de pacientes para outras cidades. Acompanhando a situação, o senador Eduardo Braga (MDB-AM) pediu intervenção federal no Amazonas. Deputada federal pelo Psol de São Paulo, Luiza Erundina se juntou à lista de candidatos a presidente da Câmara.

  • Sábado, 16

O avião que iria à Índia para importar doses da vacina contra a covid-19 mudou a rota e passou em Campinas (SP) para levar cilindros de oxigênio para Manaus. Culpando Bolsonaro pela situação da saúde manauara, cinco partidos da esquerda (PT, PSB, PDT, PCdoB e Rede) anunciaram a formulação de mais um pedido de impeachment. Trump foi desbloqueado por Facebook e Instagram. A semana chegou ao fim com laboratório solicitando o uso emergencial da vacina Sputnik no Brasil, e a Anvisa revelando como se dará a reunião em que analisará os pedidos de uso emergencial da CoronaVac e do imunizante da Universidade de Oxford.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Será que entendi? Vamos lá:
    1. FORD
    Fábrica
    Ordinária
    Reparos
    Diários.
    2. TRUMP
    Como eu, um aficionado pelos jovens de seu país. Tradução para a esquerda: genocida e fascista .

    3. MANAUS.
    STF

  2. O desvio de recursos para enfrentar a Pandemia é de responsabilidade do STF…Ele promoveu o COVIDÃO ao afastar o Governo Central da administração dos recursos…

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês