-Publicidade-

Sem concorrência, Claro, Vivo e TIM ficam com operação celular da Oi

Operadoras vão pagar R$ 16,5 bilhões para partilhar os ativos da Oi

Operadoras vão pagar R$ 16,5 bilhões para partilhar os ativos da Oi

Oi
Loja da Oi | Itaci Batista/Estadão Conteúdo

Um consórcio formado pela Vivo, Claro e TIM comprou, em leilão organizado pelo Tribunal de Justiça do Rio, por R$ 16,5 bilhões, as operações de telefonia móvel da Oi.

A empresa, que nasceu em meio a polêmicas na época da privatização do Sistema Telebras e, nos governos petistas, recebeu um empurrão para se tornar uma “campeã nacional” — e hoje está em recuperação judicial — , vai agora se dedicar somente à operação de fibra óptica.

Leia mais: “Produção brasileira de soja foi mais eficiente que a norte-americana em 2020”

A vitória do consórcio não foi uma surpresa. Outra possível candidata, a Highline do Brasil, teria apresentado anteriormente uma proposta formal cujo valor exato não se revelou, mas foi superado pelo trio. Segundo a assessoria do consórcio, a proposta das três empresas foi a única no leilão.

A divisão da Oi Móvel entre as rivais levará a uma nova configuração do mercado de telefonia brasileiro. A aposta da consultoria internacional Omdia, especializada em telecomunicações, é:

  • Vivo sairá de 33% para 37% de participação no mercado
  • TIM, de 23% para 32%
  • Claro, de 26% para 29%

A Oi, com 16%, desaparece do segmento móvel. Os 2% restantes seguiriam nas mãos de operadoras regionais, como a mineira Algar Telecom. Os números da partilha desenhada pelo consórcio, porém, ainda não foram revelados.

Com informações do Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês