-Publicidade-

Vendas do Dia dos Pais serão mais fracas; ‘internet’ é esperança

Maior parte dos consumidores deve comprar os presentes pela internet
Shopping no Distrito Federal | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Shopping no Distrito Federal | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Maior parte dos consumidores deve comprar os presentes pela internet

Shopping
Shopping no Distrito Federal | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Pesquisa feita pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) mostra que o brasileiro deve gastar menos este ano com o presente para o Dia dos Pais.

Para 32% dos 5,2 mil consumidores ouvidos, a “lembrancinha” deverá ficar entre R$ 51 e R$ 100. No ano passado, o gasto médio pretendido era de R$ 160.

A pesquisa, feita entre os dias 27 de julho e 3 de agosto, revela que 19% dos entrevistados não tencionam adquirir nenhum presente para a data.

Entre os que vão comprar, 13% gastarão mais do que R$ 201; 14% pretendem despender um valor  entre R$ 151 e R$ 200; e 14%, algo entre R$ 101 e R$ 150.

Em tempos de pandemia, a maior parte dos consumidores encomendará presentes pela internet (46% do total), seguido por 19% que devem ir às lojas de shopping centers e por 12% que devem procurar lojas de rua.

“A pandemia do novo coronavírus acelerou o consumo on-line, e as marcas que já se consolidaram em formato digital colheram bons frutos durante essa crise e puderam comemorar por ter dado esse passo antes da chegada desta crise”, disse o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun.

Setores

A maior parte dos pais desses consumidores deverão ganhar produtos nas áreas de:

  • vestuário (44%);
  • perfumes e cosméticos (12%);
  • calçados (10%);
  • produtos eletrônicos (8%).

Neste momento, cerca de 14% de 577 shopping centers do país estão fechados, a maioria nos Estados da Região Sul.

Com informações da Agência Brasil

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês