-Publicidade-

Bolsonaro quer tirar a esquerda do Recife e de Fortaleza

Cidades nordestinas estão há anos sob comando de legendas progressistas
Delegada Patrícia é a candidato de Bolsonaro no Recife | Foto: Divulgação
Delegada Patrícia é a candidato de Bolsonaro no Recife | Foto: Divulgação | delegada patrícia e bolsonaro x esquerda do recife

Cidades nordestinas estão há anos sob comando de legendas progressistas

delegada patrícia e bolsonaro x esquerda do recife
Delegada Patrícia é a candidata de Bolsonaro no Recife | Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro tem reforçado o interesse em ver a esquerda fora do poder em duas cidades do Nordeste: Fortaleza e Recife. Durante o seu “horário eleitoral” realizado na internet desde o começo da semana, ele enfatiza ter aliados na disputa por ambas as prefeituras.

Leia mais: “208 candidatos milionários de SP receberam coronavoucher

Em Fortaleza, o nome indicado por Bolsonaro é Capitão Wagner (Pros). Deputado estadual do Ceará por dois mandatos consecutivos e em sua primeira experiência em Brasília como deputado federal, Wagner tem a missão de impedir a vitória de petistas ou aliados da família de Ferreira Gomes. Desde 2005, a capital cearense foi administrada duas vezes por Luizianne Lins (PT) e outras duas por Roberto Cláudio (PDT).

O domínio da esquerda permanece por mais tempo no Recife. Desde o início do milênio, somente figuras do PT e do PSB foram eleitas para administrar o município. Em 2000, o petista João Paulo Lima se elegeu prefeito. Após conquistar a reeleição, ele emplacou seu sucessor: João da Costa, também do Partido dos Trabalhadores. Nos pleitos de 2012 e de 2016, o vencedor foi socialista: Geraldo Júlio.

Bolsonaro busca impedir a continuidade dessa sequência esquerdista na capital pernambucana. Para isso, o presidente reforça o desejo de ver a cidade nordestina com uma mulher eleita para a prefeitura, algo inédito na história da cidade. Nesse sentido, ele tem atuado como cabo eleitoral da Delegada Patrícia (Podemos). A indicada do presidente da República almeja ocupar um cargo político pela primeira vez.

____________________

Receba os principais destaques sobre as eleições 2020 diretamente no WhatsApp. Clique aqui e faça parte da lista de transmissão da Revista Oeste.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Mas foi enganado e investiu na pessoa errada, que ficou do lado do Moro na saída dele. Ele tinha que ter apoiado o Coronel Feitosa, este sim, sempre o apoiou. Esta moça não conhece ninguém sequer para montar uma equipe se for eleita e será manobrada pelas raposas que aproveitaram sua fama momentânea. Uma pena.

  2. Anderson, quero fazer uma crítica à matéria em um único ponto, o termo “progressista”. A sociedade atribui aos comunistas/socialistas em geral este termo, totalmente descabido. A simplíssima razão é que não existe progresso nessas ideologias nem nas suas linhas de ação, os partidos de esquerda. Progressista é quem incentiva ou promove progresso e dizer q a esquerda faz isso é absurdo. O fato é que esta mentira foi exaustivamente vendida para q a sociedade atribuísse ao comunismo/socialismo um disfarce perfeito, claramente gramsciano. O comunismo/socialismo é a maior unanimidade política e social da humanidade, somente desgraça, miséria, morte e deterioração. Como em tudo, todas as ações dela baseiam-se na inversão de termos, valores e ações para entrar em todos os segmentos. Precisamos dar a eles o termo correto: retrógrados, pró ditaduras e contraculturais. Se não te for profissinalmente conveniente usar esses termos, por favor, não use “progressista”. Precisamos divulgar a verdade e ela começa desmascarando essa gente, não lhes permitindo nenhum disfarce. Varrer o comunismo da mente das pessoas exige termos corretos.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês