-Publicidade-

Cidades terminam com empate na briga pela prefeitura; saiba como fica a eleição

Municípios em questão não contam com possibilidade de segundo turno
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil | empate - prefeituras - agencia brasil

Municípios em questão não contam com possibilidade de segundo turno

empate - prefeituras - agencia brasil
Foto: Agência Brasil

Ao menos três cidades brasileiras encerraram a apuração para prefeito com empate. Em Caraúbas (PB), Jardinópolis (SC) e Kaloré (PR), nenhum candidato a prefeito terminou o pleito realizado no domingo 15 à frente de todos os concorrentes.

Leia mais: “10 curiosidades sobre as eleições 2020”

Em municípios com mais de 200 mil eleitores, o desempate se daria com a realização do segundo turno. Como as três cidades em questão são consideradas de pequeno porte, sem contingente de eleitores que permita a segunda rodada do pleito, a eleição foi definida ontem mesmo.

Mas como assim? Quando há empate na urna para cargo de prefeito (como nesse caso), a decisão vai para o par ou ímpar? Cara ou coroa? A eleição é definida por meio do tradicional “pedra, papel, tesoura”? Jogo do palitinho? Há sorteio? O Poder Legislativo soluciona a questão?

Nada disso. De acordo com as regras definidas pela legislação eleitoral em vigor no país, em caso de empate entre dois ou mais candidatos em localidades com menos de 200 mil eleitores, será declarado eleito o político mais velho envolvido no imbróglio. “Em caso de empate, haver-se-á por eleito o candidato mais idoso”, define o Código Eleitoral Brasileiro.

Confira

Diante disso, a disputa nos três municípios mencionados acima ficou assim:

  • Caraúbas

Prefeito eleito: Silvano Dudu (DEM)

O empate: ele e Nerivan (MDB) receberam 1.761 votos cada um. Atual prefeito, Dudu foi reeleito por ter 52 anos, enquanto o adversário tem somente 34.

  • Jardinópolis

Prefeito eleito: Mauro Risso (MDB)

O empate: com 50 anos de idade, o emedebista foi eleito por ser dois meses mais velho que seu adversário, Antoninho Bevilacqua (PT). Na urna, cada um deles obteve 748 votos.

  • Kaloré

Prefeito eleito: Edmilson (PL)

O empate: o candidato liberal recebeu os mesmos 1.186 votos de Ritinha (PSD). Edmilson foi mais um a vencer pela idade: 59 anos contra 42.

____________________

Oeste nas eleições 2020 (e nas redes sociais). Confira em nossa fan page e em nosso perfil no Twitter os principais destaques do primeiro turno do pleito brasileiro.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. #Fim do voto obrigatório!
    #Voto impresso já!
    #lulu boca de veludo no paredão!
    #cabeça de ovo no paredão!
    #fachin no paredão!
    #não ao loquidaum!

    Do jeito que a coisa vai, desobediência civil terá que ser modo de vida em algumas cidades, grandes ou pequenas! Não tem opção pra prefeitos nesses lugares!

    Só votam em tralhas, que vão pro inferno, com ou sem fraude! Se não teve fraude, é burrice mesmo!
    Vão se lascar sô!

    Em 1967, perguntaram a um mercenário polonês Rafal Ganowicz qual era a sensação de se matar um ser humano. Ele respondeu : Não sei, só matei comunistas! Vão pro inferno desgrahças! E todos que votaram nesses pulhas!

    Uma frase para os babacas neutros indolentes e frouxos :

    Os lugares mais quentes do inferno são reservados para aqueles que em tempo de crise moral, se mantiveram em posições de neutralidade! Dante Alighieri, A divina comédia.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês