-Publicidade-

Governo prevê crescimento de 3,2% do PIB em 2021

Além disso, a proposta de orçamento do próximo ano traz restrições para as chamadas despesas "discricionárias" [caption id="attachment_309403" align="alignnone" width="1024"] Pandemia provocou recessão na economia deste anoFoto: Alex de Jesus/Estadão…
Pandemia provocou recessão na economia deste ano | Foto: Alex de Jesus/Estadão Conteúdo
Pandemia provocou recessão na economia deste ano | Foto: Alex de Jesus/Estadão Conteúdo

Além disso, a proposta de orçamento do próximo ano traz restrições para as chamadas despesas “discricionárias”

2021
Pandemia provocou recessão na economia deste ano
Foto: Alex de Jesus/Estadão Conteúdo

Após um ano de recessão provocada pela pandemia do novo coronavírus, o governo federal prevê uma volta do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2021. De acordo com a proposta de orçamento do próximo ano, a expectativa é que o PIB se eleve 3,2%.

Além disso, a proposta de orçamento traz restrições para as chamadas despesas “discricionárias”. Ou seja, aquelas livres, que não são obrigatórias.

Leia mais: “Governo propõe salário mínimo de R$ 1.067 para 2021”

De acordo com a equipe econômica, após ter conseguido autorização do Congresso para realizar mais gastos extraordinários devido à pandemia neste ano, o governo terá de voltar aos limites do teto de gastos em 2021. Esse mecanismo limita o aumento das despesas do governo à inflação do ano anterior.

Pelo projeto, o governo vai contar com R$ 92,052 bilhões para gastar livremente no ano que vem. Essa cifra não inclui repasses a empresas estatais controladas pelo Executivo.

A esse valor devem ser acrescidos, no próximo ano, outros R$ 16,344 bilhões em gastos propostos pelo Congresso por meio das chamadas emendas impositivas. O total de gastos discricionários, portanto, pode chegar a R$ 108,396 bilhões.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Mesmo com todo o poder da mídia, do congresso e do STF, o país continua a dar sinais q vai passar pelo ano d 2020, com sinais de q vai ser o melhor entre os paises emergentes. Contra tudo e contra todos.

  2. Mesmo com todo o poder da mídia, do congresso e do STF, o país continua a dar sinais q vai passar pelo ano d 2020 com a melhor economia entre os paises emergentes. Contra tudo e contra todos.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês