-Publicidade-

Na Bahia, STJ pede a prisão de duas desembargadoras

Magistradas são acusadas da venda de sentenças
A Justiça é uma escultura localizada em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal, em Brasília,i feita em 1961 pelo artista plástico mineiro Alfredo Ceschiatti.
A Justiça é uma escultura localizada em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal, em Brasília,i feita em 1961 pelo artista plástico mineiro Alfredo Ceschiatti.

Magistradas são acusadas de venda de sentenças

A Justiça, escultura localizada em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal, em Brasília
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência

O ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou a prisão temporária das desembargadoras Lígia Maria Ramos Cunha Lima e Ilona Márcia Reis, do Tribunal de Justiça na Bahia. Os mandados estão sendo cumpridos nesta segunda-feira, 14, na esteira da Operação Faroeste — que investiga crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa no Poder Judiciário da Bahia. O secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, e a ex-chefe do Ministério Público baiano Ediene Lousado foram afastados de seus cargos.

A 6ª e a 7ª fases da Operação Faroeste estão em andamento hoje. A Polícia Federal cumpre 36 mandados de busca e apreensão distribuídos em quatro cidades baianas — Salvador, Barreiras, Catu e Uibaí — além de Brasília, no Distrito Federal. A disputa por uma fazenda no oeste baiano está no cerne da Operação Faroeste. O ministro Og Fernandes também determinou o afastamento de todos os agentes públicos envolvidos nesse processo.

Leia também: “Justiça rejeita pedido e mantém Salles como ministro”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês