-Publicidade-

O gigantismo do líder do governo contra a pauta-bomba da Câmara

Oeste relata como deputado Vitor Hugo (PSL-GO) desarmou a votação do Plano Mansueto. Governo calculava que impacto seria de R$ 180 bilhões. Rombo, na verdade, pode chegar a R$ 222 bilhões

Oeste relata como deputado Vitor Hugo (PSL-GO) desarmou a votação do Plano Mansueto. Governo calculava que impacto seria de R$ 180 bilhões. Rombo, na verdade, pode chegar a R$ 222 bilhões

O líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (PSL-GO), foi um gigante na articulação que freou a votação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 149/19, o chamado Plano Mansueto. Oeste conversou com governistas e outros deputados que relatam a atuação que convenceu a Câmara a não apreciar a matéria.

As conversas começaram cedo na quarta-feira, 8. Naquele dia, às 18h05, quando Vitor Hugo postou em seu perfil no Twitter um vídeo explicando os motivos de o governo não aceitar a votação do substitutivo do PLP 149, fazia pelo menos quatro horas ele havia iniciado o processo de diálogo para barrar a votação.

Líderes, vice-líderes e demais parlamentares influentes receberam áudios, planilhas e cálculos feitos pela equipe econômica. Era o início da tarde de quarta. Não demorou muito até que alguns se convencessem da necessidade de discutir melhor a matéria. A base mais fiel ao governo e à matéria original — que prevê a suspensão de dívidas dos Estados desde que deem contrapartidas ao ajuste fiscal — começou a resistir e sinalizar com a obstrução da pauta.

Rombo

O recado era claro, dizem parlamentares. “Como vamos votar algo que nem sabemos o que é?”, diz uma liderança da Câmara. A atuação de Vitor Hugou convenceu, sobretudo, parlamentares da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Organicamente, conseguiu desmobilizar o quórum para a votação.

A equipe econômica calculava até então que o impacto do Plano Mansueto seria de R$ 180 bilhões. Mas o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, avalia que o rombo nos cofres públicos pode chegar a R$ 222 bilhões.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

12 comentários

    1. Senhor Deputado o povo Brasileiro lhe agradecer.
      Pelo seu empenho a favor nação brasileira. Se todos os deputados ajice assim o Brasil seria melhor.
      Meus parabéns Depurado Víctor Hugo!

  1. Uma atuação pontual teria que ocorrer para barrar o absurdo que seria esse Projeto de Lei Complementar!! Congratulações ao Deputado Vitor Hugo.

  2. Lembrando que ele é uma escolha pessoal do Presidente Bolsonaro e que Maia junto com o Centrão tentaram desqualificá-lo desde o início, mas Bolsanro bancou e o mantreve à frente da liderança do governo na Cãmara. Parabéns ao Major Vitor Hugo!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês