-Publicidade-

Putin não planeja renunciar, garante Kremlin

Rumores sobre o estado de saúde do mandatário russo vem aumentando
Presidente da Rússia, Vladmir Putin | Foto: Alexei Nikolsky/ Serviço de imprensa presidencial russo/TASS
Presidente da Rússia, Vladmir Putin | Foto: Alexei Nikolsky/ Serviço de imprensa presidencial russo/TASS

Rumores sobre o estado de saúde do mandatário russo vem aumentando

Putin
Presidente da Rússia, Vladmir Putin | Foto: Alexei Nikolsky/ Serviço de imprensa presidencial russo/TASS

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, refutou um artigo publicado pelo tabloide britânico The Sun, que afirmava que o presidente russo, Vladimir Putin, planeja renunciar devido a problemas de saúde.

Peskov garantiu nesta sexta-feira, 6, que Putin não tem esses planos e que goza de excelente saúde.

LEIA MAIS: O NOVO PARTIDO REPUBLICANO, NA EDIÇÃO DESTA SEMANA DA REVISTA OESTE

“Não”, disse o porta-voz em resposta a uma pergunta sobre se o presidente planeja renunciar. “Ele está com uma saúde excelente”, acrescentou Peskov.

“Não há muito o que comentar aqui”, disse Peskov quando solicitado a reagir ao artigo do The Sun. “Isso é pura bobagem. O presidente está bem”, disse o funcionário do Kremlin.

Projeto de Imunidade

Os rumores sobre o estado de saúde do mandatário vem aumentando, especialmente, após a Presidência enviar para o Parlamento (Duma) um projeto de lei que garante “proteção vitalícia” para ex-presidentes do país em casos de crimes cometidos durante o mandato.

O projeto foi apresentado por um grupo parlamentar que no início deste ano avaliou as polêmicas emendas constitucionais do presidente Vladimir Putin, que lhe concedem a opção de permanecer no poder até 2036.

A última legislação vem uma semana depois que Putin apresentou outro projeto de lei sob suas reformas constitucionais que daria aos ex-presidentes um assento vitalício na câmara alta do Parlamento russo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês