-Publicidade-

Ronaldo Caiado é hostilizado por bolsonaristas

Um dia após romper com o presidente, governador de Goiás sofre perseguição da militância bolsonarista

Um dia após romper com o presidente, governador de Goiás sofre perseguição da militância bolsonarista

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Aliado de Jair Bolsonaro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), rompeu com o presidente depois do pronunciamento feito em rede nacional na noite de terça-feria, 24. O goiano anunciou que não conversará mais com Bolsonaro e que o estado não atenderá suas determinações sobre o combate ao coronavírus.

Caiado declarou publicamente em sua rede no Twitter ser contra as declarações de Bolsonaro:

O governador foi hostilizado por manifestantes bolsonaristas, que erguiam faixas com pedidos de “Intervenção militar Já” e gritavam “traidor”:

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês