-Publicidade-

Secretário de Doria, Henrique Meirelles se filia ao PSD

Movimento abre espaço para uma candidatura do ex-ministro ao Senado ou ao governo de Goiás em 2022
Secretário de Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles
Secretário de Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles | Foto: Governo do Estado de São Paulo

Ex-ministro da Fazenda de Michel Temer e atual secretário de Fazenda e Planejamento do governo João Doria, Henrique Meirelles trocou o MDB, partido pelo qual concorreu à Presidência da República em 2018, pelo PSD, sigla que ajudou a fundar em 2011. O retorno de Meirelles à legenda do Centrão foi formalizado nessa sexta-feira, 12.

A chegada do ex-ministro foi comemorada pelo presidente nacional da sigla, o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. Em suas redes sociais, Kassab destacou Meirelles como uma “referência técnica” e afirmou que a chegada dele ao partido é uma sinalização “de que o PSD está sempre disposto a ter bons quadros”.

Leia mais: “Bolsonaro chega a Santa Catarina, onde passará o Carnaval”

Compareceram ao “ato” de filiação do partido políticos de Goiás, Estado pelo qual o ex-presidente do Banco Central se filiou – Meirelles é nascido em Anápolis. Um deles, o senador Vanderlan Cardoso classificou como “uma honra” a chegada de “um dos nomes mais importantes da política e da economia brasileira”.

O secretário de Fazenda de São Paulo não se manifestou sobre a troca de partido, mas a filiação abre espaço para uma candidatura do ex-ministro ao Senado ou ao governo de Goiás em 2022.

Com informações do Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês