-Publicidade-

Social-democracia no Brasil: mais de 3 décadas em 3 frases

Tema é analisado por Salim Mattar na Revista Oeste
Social-democracia é analisada por Salim Mattar na Revista Oeste
Social-democracia é analisada por Salim Mattar na Revista Oeste | Foto: Reprodução/TAG

O empresário Salim Mattar assumiu um desafio nos últimos dias. Fundador da Localiza e ex-secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, ele surge com artigo exclusivo produzido para a atual edição da Revista Oeste. No texto, apresenta o que entende como os males que mais de três décadas de social-democracia fizeram ao país.

Leia mais: “Ministério da Defesa vai gastar R$ 4,5 milhões em coquetéis para militares”

O artigo de Mattar conta, entre outras, com as seguintes frases:

  1. O maior problema do Brasil é a atrasada mentalidade nacional estatizante por parte daqueles que acreditam, inocentemente e na melhor das boas intenções, ser o estado a solução para os nossos problemas;
  2. A social-democracia se gaba de buscar um estado de bem-estar social, mas, no fundo, prefere manter uma parte da população dependente do estado;
  3. A mentalidade esquerdista vigente e a ideologia partidária têm origem, principalmente, na educação estatal.

Quer ver todas as outras frases do conteúdo? Leia “O Brasil de hoje é o resultado de 35 anos de governos social-democratas”.

O Brasil de hoje é o resultado de 35 anos de governos social-democratas

Revista Oeste

No ar desde a última sexta-feira, 15, a Edição 43 da Revista Oeste vai além da crítica à social-democracia feita pelo empresário Salim Mattar. A publicação conta com artigos de Ana Paula Henkel, J. R. Guzzo, Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino, Dagomir Marquezi e Tom Slater. Há, ainda, reportagens especiais sobre as grandes empresas de tecnologia, a importância da presidência do Senado Federal e a relação de grandes escritórios de advocacia com tribunais superiores do país.

Startup de jornalismo on-line criada em março de 2020, a Revista Oeste defende o liberalismo econômico e não aceita anúncio de órgãos estatais. É 100% financiada pela sua própria base de leitores. Para fazer parte da comunidade de leitores do projeto jornalístico idealizado para ir “direto ao ponto” do que importa, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês