Paraná e Rússia fecham acordo sobre vacina contra a covid-19

Em 12 ago 2020, 16:38

Paraná e Rússia fecham acordo sobre vacina contra a covid-19

12 ago 2020, 16:38

Próximo passo será negociar a transferência da tecnologia para produção e distribuição

vacina

Foto Marcello Casal jr/Agência Brasil

O governo do Paraná fechou um acordo com a Rússia nesta quarta-feira, 12, que abre caminho para o acesso à primeira vacina do mundo contra o novo coronavírus.

Ontem, o presidente russo, Vladimir Putin, registrou a vacina, e, desde então, a comunidade científica põe dúvidas sobre a eficácia do imunizante.

Agora, Paraná e Rússia devem trabalhar em conjunto no desenvolvimento dos testes e, posteriormente, na produção. O próximo passo será negociar a transferência da tecnologia para a produção e a distribuição.

Segundo a assessoria de imprensa do governo paranaense, o memorando de entendimento foi firmado em reunião por videoconferência com o governador Ratinho Júnior (PSD), representantes do governo do Paraná, o Ministério da Saúde, a Anvisa e a embaixada da Rússia.

Em junho, o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), já havia dado aval para a negociação.

Será criado um grupo de trabalho para que a Rússia compartilhe com o governo do Paraná e com o governo federal os resultados das fases 1 e 2 dos estudos da vacina.

A previsão é de que a fase número 3, quando um número maior de pessoas recebe a vacina, ocorra no Estado.

O governo do Paraná não descarta a possibilidade de importar a vacina russa e não produzi-la, caso a eficácia não seja comprovada.

Além da parceria com a gestão paranaense, a Rússia também negocia acordo sobre a vacina com o governo da Bahia.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Esta comprando gato por lebre, a vacina não passou por testes em humanos em quantidade suficientes de pacientes em 3 fases por centenas de pacientes,
    como pode o Governador comprar uma vacina não comprovada ate cientificamente, isso cheira ruim, se a Anvisa e MS não aprovar, assim mesmo
    o Parana vai comprar a vicina, coisa muito duvidosa, não tomaria a vacina
    sem comprovação cientifica.

    Responder
  2. Na verdade o Protocolo é apenas de “Intenção”. Nesse Memorando de Entendimento está previsto o acompanhamento dos Ministérios da Saúde, Ciência e Tecnologia e da ANVISA.Lá no Paraná é um Instituto de Tecnologia que irá acompanhar.O Memorando prevê então a comprovação dos testes de segurança e eficácia, caso contrario o acordo não prospera, Lendo o Memorando pude concluir que se trata de um trabalho sério e que só terá conclusão após as certificações previstas pela ciência.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias