Parlamentares do Novo minimizam vídeo e não identificam provas contra Bolsonaro - Revista Oeste

Em 22 Maio 2020, 20:23

Parlamentares do Novo minimizam vídeo e não identificam provas contra Bolsonaro

22 Maio 2020, 20:23

Líder do partido na Câmara, Paulo Ganime (RJ) defende o prosseguimento do inquérito no STF, mas destaca não identificar prova de interferência indevida na PF

Líder do Novo na Câmara, Paulo Ganime (RJ) minimiza o vídeo

Parlamentares do Novo minimizaram a divulgação do vídeo da reunião interministerial de 22 de abril. O líder do partido na Câmara, Paulo Ganime (RJ), avalia que não há prova alguma que respalde a acusação de Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, de que o presidente Jair Bolsonaro manifestou vontade de interferir na Polícia Federal.

O deputado Alexis Fonteyne (Novo-SP) também fez uma leitura semelhante. “O que tinha de tão ‘bombástico’ no vídeo da reunião ministerial? Não escutei nada que já não é dito diariamente. Vida que segue”, ponderou.

TAGS

5 Comentários

  1. Eu também não vi nada de novo no vídeo. Toca o Bonde.

    Responder
  2. A preocupação dos políticos é com a liberação dos cofres públicos para gastarem a vontade, por isso não veem qualquer crime de interferência de Bolsonaro na Polícia Federal para proteger seu filho e o Queiróz. Simples assim. A verba pública em primeiro lugar e a lei que se dane.

    Responder
    • Vai procurar pão com mortadela, você não saber interpretar , é normal, agora falar besteira é prova de incapacidade mental mesmo.

      Responder
  3. Parlamentares como Ganime, Van Hattem e alguns outros do NOVO até não concordam com tudo o que Bolsonaro faz; mas ao contrário de outros bandidos, eles não jogam contra o Brasil.

    Responder
  4. E não teve nada mesmo. Moro é um mentiroso da pior espécie. Que se junte às criaturas do pântano do PSDB, que fazem bem o tipo dele.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coronavírus

Assine a nossa news

Revista Oeste — Edição 10 — 29/05/2020

Oeste Notícias