Partidos vão ao STF para impedir impressão da nota de R$ 200

Edição da semana

Em Em 22 ago 2020, 15:23

Partidos vão ao STF para impedir impressão da nota de R$ 200

22 ago 2020, 15:23

Legendas argumentam que a nova cédula facilita a ocultação e a lavagem de dinheiro

Partidos

A nova cédula foi anunciada há cerca de um mês pelo Banco Central | Foto: GIL FERREIRA/AGÊNCIA CNJ

O PSB, o Podemos e a Rede Sustentabilidade protocolaram uma ação no Supremo Tribunal Federal para impedir a impressão da nota de R$ 200. A nova cédula foi anunciada há cerca de um mês pelo Banco Central (BC).

De acordo com os partidos, a medida fere os princípios da motivação e da eficiência da Administração Pública. Além disso, eles argumentam que a criação da nota não foi devidamente esclarecida pelo Conselho Monetário Nacional.

Leia mais: “Entidades alegam que nota de R$ 200 facilita corrupção”

Ainda na argumentação, os partidos sustentam que a produção e a circulação da cédula facilita a ocultação e a lavagem de dinheiro, ameaçando o combate à criminalidade. Portanto, solicitam uma medida cautelar para suspender imediatamente a produção da nota.

A medida aprovada pelo BC pretende imprimir 450 milhões de cédulas. O banco alegou que o contexto da pandemia de coronavírus gerou um aumento da demanda nas casas impressoras.

Leia mais: “Lobo-guará vai estampar nova cédula de R$ 200”

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

13 Comentários

  1. Esses partidos deveriam usar seu tempo com coisas boas para o Brasil e não ficar com picuinhas! E o poder judiciário fica dando voz a essas ações.
    A única certeza que tenho é que esses partidos não terá meu voto nessas eleições municipais.

    Responder
  2. Neste caso, concordo com estes partidos. Notas maiores facilitam o transporte de altos valores em malas e em cuecas. Por exemplo, a quantidade de malas encontradas no apartamento de Gedel, seriam a metade, se a nota de R&200,00 já estivesse circulando na época. Mais fácil de esconder.

    Responder
  3. Não gosto dessa gentalha mas, sou obrigado a concordar que eles tem razão.
    Algumas ações do Governo Federal parecem sabotagem interna. Essa é uma delas. A tal CPMF digital é outra…

    Responder
  4. Até agora,eu não entendi o motivo dessa nota de R$200.
    Quem aprovou,certamente não sabe a dificuldade em achar troco.
    Bem,não intendo dessas coisas de notas,mas acho que estamos precisando e de notas menores,como de R$2,00 e de R$5,00,ou até uma de R$3,00 para facilitar trocos.

    Responder
  5. É só gravar a sigla dos partidos, não deixa a sua prefeitura cair nas mãos desses crápulas. Se todos fizerem isso, em 2022 esses partidos vão perder prepresentação, aí vamos conseguir mudar o Senado a Câmara e afastar alguns ministros do STF. Mas isso começa no seu município. DEM, PSDB, PT são mais alguns q querem a destruição do país p poder voltar ao poder.

    Responder
  6. São uns inúteis que são contra tudo e ainda encontram guarida!

    Responder
    • Isto é problema de logística e custódia.

      Responder
  7. Partidecos sem ter o que fazer, gastando dinheiro público para judicializar tudo do governo.

    Seguindo a lógica do “facilitara corrupção”, podemos dizer o mesmo das notas de R$ 100 atuais. Então vamos ficar com R$ 50. Eita, com isso podeos dizer o mesmo das notas de R$ 50.

    Quem foi quem disse que as notas só poderiam ir até R$ 100?
    ?‍♂️

    Responder
  8. Discutir a nota de 200 reais? Esta é a maior prova de que este governo não é corrupto. Falta assunto!

    Responder
  9. Decisão acertada. Até de 500 e ñ só de 200. Retirem de circulação as de 50 e 100, substituindo por notas de cores e características diferentes das atuais. Trocar? É só ir no Banco do Brasil ou Central, no prazo de 1 ano, é justificar a origem da grana. Mas no mercado ñ aceitação imediata.
    Essas ORCRIMS partidárias escudadas p OAB, e func públicos com rabo preso e compromisso com o ATRASO, deveriam apoiar não?

    Responder
  10. Tanto problema sério com que se preocupar, e esses esquerdopatas de pinimba com a nota de 200 reais. Estas organizações criminosas querem um Brasil grande e para todos? Não! Não querem!

    Responder
  11. A esquerda transformou o STF em um puxadinho. Este país esta sem uma suprema corte que seja digna do nome.

    Responder
    • Além da nota de 200,deveriam mudar as cores das notas atuais .Quem tiver dinheiro guardado em casa teria que colocar em circulação. Queria ver o que os Geddeis,que são muitos, fariam. Seria até divertido.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Um caso de amor com a tirania

Na França, é cada vez mais evidente o namoro com o autoritarismo sob o disfarce da racionalidade, da competência administrativa, do bem comum, da justiça social

A obsessão da imprensa por Donald Trump

Com o único propósito de ser anti-Trump, a mídia não saberá o que fazer se não puder culpar o bufão laranja por todo o mal que eventualmente venha a acontecer

O Guevara da Daslu

Faça como Doria. Pare diante do espelho, fale meia dúzia de clichês do humanismo de butique e note que você também tem um corpinho de centro-esquerda

A China e a fábula dos pardais

Enquanto o discurso ambientalista foca a Amazônia e as mudanças climáticas, a China segue com suas práticas predatórias e não assume responsabilidades

O gênio e o mito

Maradona não deveria ser uma referência moral para ninguém. Mas é um equívoco não homenageá-lo por seu futebol-arte

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

É o “mecanismo”

É o “mecanismo”

A 3ª maior doadora da campanha paulistana do PSOL é uma herdeira da empreiteira de obras públicas Andrade Gutierrez...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês