Paulo Guedes vai para o 'ataque' por privatizações e reforma tributária - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 23 nov 2020, 20:46

Paulo Guedes vai para o ‘ataque’ por privatizações e reforma tributária

23 nov 2020, 20:46

Ministro participou do 3º Encontro O Brasil Quer Mais, evento organizado em ambiente virtual pela Cúpula de Comércio Internacional

paulo guedes, despesas, governo federal, responsabilidade fiscal, liberalismo econômico, jair bolsonaro, ministério da economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Anderson Riedel/PR

Nesta segunda-feira, 23, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse, durante o 3º Encontro O Brasil Quer Mais, evento organizado em ambiente virtual pela Cúpula de Comércio Internacional (na sigla em inglês, ICC), que adotará uma postura mais enérgica para acelerar as privatizações, a reforma tributária e o pacto federativo. 

“Dedicamos este primeiro ano, um ano e meio, para atacar as grandes despesas do governo, jogamos na defesa. Vamos para as privatizações, para a abertura, para simplificação, reforma tributária, a reindustrialização em cima de energia barata”, disse. “O mais difícil foi o controle de gastos que está sendo implementado há algum tempo. Falta agora o movimento final: pacto federativo, desindexando, desvinculando, desobrigando despesas, travando essas despesas e entregando os orçamentos públicos à classe política.”

Guedes também acredita que os poderes Executivo e Legislativo trabalharão em conjunto pelas mudanças. “Acho que daqui até o fim do ano vamos aprovar uma pauta comum onde há acordo na Câmara, no Senado e no Poder Executivo”, afirmou.

Leia também: “Brasil voltará a sediar o G20 em 2024”

Cúpula de Comércio Internacional

International Chamber of Commerce (em tradução livre, Cúpula de Comércio Internacional) é uma organização privada com sede em Paris, dedicada a debater e fomentar o comércio global. Desde 2019, a instituição tem organizado os encontros O Brasil Quer Mais para tratar da modernização da economia brasileira. 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. Passou a hora de mais pegada, Paulo Guedes. Mais pegada e mais comunicação. Fazer, acontecer e comunicar o que está feito e acontecido. E para isso, não conte com a imprensa lacradora e politicamente correta. Esta está contra o governo e seu projeto. Outros meios de comunicação não faltam.

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O partido contra o Brasil

Ninguém ainda descobriu no planeta um jeito tão eficaz de concentrar renda quanto a fórmula usada para administrar as contas públicas no país

A paciência acabou

Os brasileiros começam a reagir à cassação dos direitos individuais

Os novos senhores do mundo

Os gigantes da tecnologia censuram Trump, fazem o que bem entendem e exercem um poder global desmedido. Isso é justo?

Eficácia

“Você demorou muito a comprar. Eficácia depende de rapidez” / “Poxa… Se eu soubesse teria comprado mais rápido. Ando muito dispersivo”

O culto à ignorância

Valorizar a educação formal e a cultura clássica virou preconceito elitista, um mau sinal para o futuro

Como surgiu o novo coronavírus?

A resposta mais provável, até o momento: o vírus teve origem em pesquisas com manipulação genética no Instituto de Virologia de Wuhan

Globalistas assanhados com Biden

Eles não costumam viver de fatos, apenas de narrativas. Adotam a visão estética de mundo, e por isso a ONU é seu maior símbolo

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Macron e a soja

Macron e a soja

Sua última ideia a respeito do assunto é acabar com a “dependência” que a França teria da soja brasileira – in...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês