'Não vai ficar para sempre', diz Bolsonaro sobre Pazuello - Revista Oeste

Em 7 jul 2020, 15:51

‘Não vai ficar para sempre’, diz Bolsonaro sobre Pazuello

7 jul 2020, 15:51

Presidente, porém, não deu sinais de que busca outro nome para ocupar Ministério da Saúde, que tem interino desde a saída de Nelson Teich

eduardo pazuello, ministro interino da saúde, ministério da saúde

Eduardo Pazuello não vai ficar para sempre, mas tem realizado um bom trabalho | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta terça-feira que o general Eduardo Pazzuello não permanecerá no cargo de ministro da Saúde, cargo que ocupa como interino.
O chefe do Executivo não deu sinais, porém, que procura outro nome para a pasta. O ministério está sem um titular desde a saída de Nelson Teich, há 53 dias.
“É um nome que não vai ficar para sempre, está completando dois meses como interino e já deu uma excelente contribuição para nós”, afirmou Bolsonaro.
O presidente não tem dado nenhuma sinalização de que está em busca de um nome para a pasta.

Ele intensificou nos últimos meses a entrega de cargos a militares.

Ele confirmou, inclusive, que o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), é cotado para o Ministério da Educação.
No caso da Saúde, o chefe do Planalto classificou o ministro interino como “ruim de imprensa”, mas um “excelente gestor”.

De acordo com O Estado de S.Paulo, Pazuello é apontado por colegas de governo e secretários locais de saúde como mais influente e poderoso do que Nelson Teich, último titular da pasta, que pediu demissão em 15 de maio.

As trocas começaram após a demissão de Luiz Henrique Mandetta, no dia 16 de abril.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. Major Vitor Hugo na Educação é piada, né?
    Pazuello está numa missão de guerra, neste caso, tem feito o MS funcionar e sem aquela briguinha de comadres de governadores. Até porque os “valentões” nem ousam bater de frente com Pazuello.

    Responder
  2. O PR vai deixar o Pazuello até a turbulência da pandemia passar, e está correto. Sempre que se nomeia um ministro titular, o impacto de uma eventual saída no meio de uma crise gera muitos efeitos negativos, então é bom deixar o Pazuello onde está. Sobre a educação, há fortes indícios de que será o Coronel Gobbo.

    Responder
  3. Vai administrando PRESIDENTE. O foco é inaugurar obras. Até a família Gomes vem alardeando os feitos.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias