Pedido de Guedes para que senadores 'salvem' a República irrita a Câmara - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 12 abr 2020, 19:00

Pedido de Guedes para que senadores ‘salvem’ a República irrita a Câmara

12 abr 2020, 19:00

Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

A possibilidade de o ministro da Economia, Paulo Guedes, não participar da reunião com líderes partidários nesta segunda-feira, 13, tem motivo. A explicação é a polêmica causada após o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) revelar que o chefe da equipe econômica pediu que os senadores “salvem a República”.

O comentário foi feito em uma reunião virtual com senadores, na quinta-feira, 9. Guedes criticou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pela condução do Projeto de Lei Complementar (PLP) 149/19, o chamado Plano Mansueto. A repercussão política em torno dessa declaração repercutiu muito mal entre deputados, revelam governistas à Oeste.

A declaração de Guedes deixou “pesado” o clima entre ele e a Câmara. “Ainda estamos esperando para ver como se dará o real impacto”, revela um dos governistas. Por esse motivo, acreditam que ele será representado pelo chefe da Assessoria Especial de Assuntos Institucionais do Ministério da Economia, Esteves Colnago.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

18 Comentários

  1. Agora o Ministro vai ser perseguido por dizer a verdade….

    Responder
  2. Clima pesado, como assim? Na verdade não há clima nenhum, a câmara dos deputados se fechou para qquer possibilidade de entendimento com o governo, é só bombardeio e sabotagem. Como pode haver entendimento com uma casa cujo chefe não para de criticar e alfinetar o Presidente e que deixa os projetos caducarem de propósito?
    E randolfe fala-fina tinha que ser o mensageiro do suposto “mal-estar”, esse não perde a chance de fazer uma futrica.

    Responder
  3. Não se sabe porque as verdades enfurecem e abalam tanto os deputados. Será porque eles sempre ouviram amém dos governos anteriores? Principalmente o amém com reais?

    Responder
  4. Na verdade Rodrigo Maia e seus comparsas usam “qualquer ” desculpa para justificar sua oposição às prpostas do executivo.
    Hipocrisia pura. Não pensa na nação. O interesse do presidente da Câmara é um só: arranar tudo o que puder dos cofres públicos e destruir o Brasil.

    Responder
  5. Rodrigo Maia e seus ” apoiadores” já não podem sair na rua. É bom terem bastante cuidado com o que falam!

    Responder
  6. Essa turma da Câmara é de uma frescura sem tamanho parecem um bando de prostitutas brigando pela preferência da freguesia. Vão trabalhar seus vagabundos !

    Responder
  7. Oh povinho que só olha para o próprio umbigo viu!
    Só atrapalha,e ainda se acham no direito de ficar ofendido.
    O Guedes só falou o óbvio,já que e o Senado que vota antes da seção do Presidente!

    Responder
  8. Este DEM deve ser o DEMÔNIO do nosso Brasil, fora DEM nas próximas eleições.

    Responder
    • O MECANISMO é o nosso NORTE MAGNÉTICO. Se nos balizarmos em sua estratégia, jamais venceremos, mas pelo menos empatados estaremos. Há 35 anos foram Arena, logo após MDB. Epa: Sarney estava ali, então seremos centrão amanhã. Tucanos hipócritas usamos; petralhas em alvoroço usamos e já eliminamos. É hora da “dissidência” da arena voltar, o DEM. Por favor Jair, o MESSIAS, ñ nos decepcione.

      Responder
  9. Por FAVOR, não contrarie logo vc Guedes, a NOSSA CÂMARA DE DEPUTADOS FILHOS DE PUTAS, sem recuperação.
    POR FAVOR, não contrarie Guedes, seu estúpido, gente tão honrada.

    Responder
  10. Qualquer verdade enfurecem criminosos

    Responder
  11. Os deputados são muito cheios de não me toque. Bilu bilu bilu teteia!

    Responder
  12. É impressionante o baixo nível desta Câmara. É o que temos de pior no país.

    Responder
  13. O estado do Amapá em matéria de “senado”, está péssimamente representado. Se tivessemos voto distrital, o peso dos “senadores” Randolfe ( a Candinha do “senado”) e Batoré seria equivalente a de uma mosca. Em se tratando de mal-estar, esses canalhas do ninho de ratos que é conhecido como “câmara”, bem que poderiam notar que esse é o sentimento que a gigantesca maioria do povo brasilero sente por eles.

    Responder
  14. A Câmara dos DePutados não vale nada mesmo. SENADORES: salvem o país!! Obrigado

    Responder
  15. O Equador vai reduzir o salário das autoridades pela metade.

    Responder
  16. Já passou da hora de fechar esse congresso, mesmos porque o presidente da Câmara falou que eles não estão lá para atender o Povo, então eu pergunto, porque temos que sustentar um bando de corruptos que não servem pra nada, só servem pra manter a casta de famílias corruptas e seus amigos quadrilheiros.
    E o pior é que ainda somos obrigados a votar em bandidos para desrespeitar diariamente o povo que o elegeu.
    Cansei, isso não vai mudar NUNCA.

    Responder
  17. Depois acham estranho que o povo honesto peça às FFAA o fechamento dessas “casas de luz vermelha” – ou: cabarés! …

    Vergonha ver a Nação refém de ladrões.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês