-Publicidade-

10 novos deputados tomam posse na Câmara

Políticos eleitos prefeitos Brasil afora dão vez a suplentes
Câmara inicia 2021 com novos deputados federais empossados
Câmara inicia 2021 com novos deputados federais empossados | Foto: Divulgação

Prefeitos e vereadores dos mais de 5 mil municípios brasileiros não foram os únicos a tomar posse neste início de ano. Com parlamentares assumindo prefeituras ou sendo nomeados secretários, a composição da Câmara também se movimenta nestes primeiros dias de 2021. No momento, dez suplentes foram empossados como deputados federais.

Leia mais: “O que acontece com uma cidade sem prefeito?”

Dos novos dez deputados federais, oito se tornam titulares em definitivo no decorrer da atual legislatura, que chegará ao fim em fevereiro de 2023. Eles assumiram cadeiras até então ocupadas por políticos eleitos prefeitos no ano passado. É o caso, por exemplo, de Milton Coelho (PSB-PE). Na Câmara, ele entra na vaga deixada por João Campos, o novo prefeito do Recife.

Além de Coelho no lugar de Campos, as outras trocas definitivas na Câmara dos Deputados foram:

  • Alagoas

→ Entra: Pedro Vilela (PSDB)
← Sai: João Henrique Caldas (PSB), prefeito de Maceió

  • Espírito Santo

→ Entra: Neucimar Fraga (PSD)
← Sai: Sérgio Vidigal (PDT), prefeito de Serra

  • Maranhão

→ Entra: Josivaldo JP (Podemos)
← Sai: Eduardo Braide (Podemos), prefeito de São Luís

  • Minas Gerais

→ Entra: Aelton Freitas (PL)
← Sai: Margarida Salomão (PT), prefeita de Juiz de Fora

  • Maranhão

→ Entra: Vivi Reis (Psol)
← Sai: Edmílson Rodrigues (Psol), prefeito de Belém

  • Rio de Janeiro

→ Entra: Pedro Augusto (PSD)
← Sai: Alexandre Serfiotis (PSD), prefeito de Porto Real

→ Entra: Ricardo da Karol (Patriotas)
← Sai: Wladimir Garotinho (PSD), prefeito de Campos dos Goytacazes

De novos deputados a secretários

A representação do Estado do Rio de Janeiro na Câmara dos Deputados conta, ainda, com outras duas mudanças, ao menos momentâneas. Isso porque Marcos Soares (DEM) e Otavio Leite (PSDB) serão suplentes com mandato em exercício enquanto Pedro Paulo (DEM) e Marcelo Calero (Cidadania) seguirem como secretários de Eduardo Paes (DEM) na prefeitura carioca.

Leia também: “Por que a Câmara é tão ruim?”, matéria de capa da Edição 38 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês