2ª Turma do STF manda desbloquear bens de Lula em processos da Lava Jato

Ministros Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Nunes Marques votaram pelo desbloqueio dos ativos
-Publicidade-
Ex-presidente Lula | Foto: Reprodução/Redes sociais
Ex-presidente Lula | Foto: Reprodução/Redes sociais

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal formou maioria nesta sexta-feira, 26, e decidiu pelo desbloqueio de bens do ex-presidente Lula que foram retidos em processos relacionados à Lava-Jato na Justiça Federal do Paraná.

O julgamento, que ocorreu no plenário virtual, terminou em três a um. O único a votar pela manutenção do bloqueio de bens foi o ministro Luiz Edson Fachin. Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Kassio Nunes Marques votaram pelo desbloqueio dos ativos.

-Publicidade-

A Segunda Turma da Corte conta nesse momento com apenas quatro membros, porque a vaga aberta pela aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello ainda não foi preenchida.

A decisão decorre da anulação, definida por Fachin em março deste ano, de todas as condenações de Lula na Lava Jato.

O ministro decidiu que a Justiça Federal em Curitiba não tinha a competência formal para julgar as ações contra o ex-presidente. A decisão foi confirmada pelo plenário do Supremo em abril.

Segundo o argumento da defesa de Lula, acatado pela maioria dos ministros, a Justiça do Paraná não teria mais autoridade para manter a medida.

A defesa do petista comemorou e disse que a decisão do STF é uma consequência “do reconhecimento da nulidade dos processos envolvendo o ex-presidente Lula em virtude da incompetência e da suspeição do ex-juiz Sergio Moro”.

“A Vara de Curitiba já deveria ter autorizado o levantamento há muito tempo, mas preferiu, mais uma vez, descumprir decisão da Suprema Corte para prejudicar Lula”, afirmou a defesa.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.