A CPI da Covid nasceu morta, porque nasceu mal-intencionada

Histeria, ignorância, desonestidade e falta de educação dos inquisidores só serviram, até agora, para converter os que já foram convertidos
-Publicidade-
Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 já nasceu morta
Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 já nasceu morta | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

(J. R. Guzzo, publicado no jornal Gazeta do Povo em 27 de junho de 2021)

A primeira denúncia de corrupção no alto escalão da administração Bolsonaro, após dois anos e meio de governo, começou mais ou menos ao contrário do roteiro normalmente seguido nesse tipo de novela.

Denúncia de ladroagem, pelo modelo clássico, começa com a apresentação de fitas gravadas, um vídeo, uma foto, ou algo assim, mostrando que alguém cometeu alguma safadeza — ou que é altamente suspeito de ter cometido.

-Publicidade-

Pode haver também a divulgação de documentos, assinaturas, contratos ou notas fiscais. Às vezes há testemunhas de conversas ou de encontros — podem não ter sido gravados ou filmados, mas alguém estava lá, viu e ouviu o que aconteceu. Pode haver, até mesmo, delação — premiada ou grátis.

Enfim: sempre, na denúncia de roubalheira, começa-se com as provas, ou com aquilo que o acusador diz que são provas. Depois, é claro, essas provas podem se revelar fracas, mal apresentadas ou falsas — mas é por aí que se começa sempre, pelas provas.

No caso da denúncia sobre a compra da Covaxin, episódio que por enquanto teve sua vida limitada ao ecossistema da “CPI” de Renan Calheiros e da mídia, está acontecendo exatamente o contrário. Primeiro apareceu o acusador, em meio à gritaria do circo armado dentro do Senado — mas provas mesmas, que é o que interessa, o homem diz que vai apresentar depois, “se for necessário”.

Como assim “se for necessário”? A prova é tudo o que realmente interessa numa denúncia de corrupção — não pode ser um detalhe, para ver mais tarde. O deputado que veio com a denúncia diz que, se for “obrigado”, ele terá “como provar” o que está dizendo. Que história é essa? Ele acha que prova é algo opcional, que o sujeito mostra ou não — e todo mundo no comando da “CPI” leva a coisa perfeitamente a sério.

O pior é que o acusador fica ameaçando detonar todo mundo, na base do “me segura, senão eu vou ter de brigar”. Tira, põe, deixa ficar — e o que se tem de concreto, até agora, após uma semana inteira de fim do mundo, é três vezes zero.

A “CPI” da Covid nasceu morta, porque nasceu mal-intencionada. Fez questão, desde o primeiro minuto, de não investigar a verdadeira corrupção na administração da epidemia — a que foi praticada pelas “autoridades locais”, com a bênção e a permissão do Supremo Tribunal Federal. Em vez disso, dedicou-se de corpo e alma ao seu objetivo de fazer guerrilha política ao governo, na eterna esperança de virar a mesa que tem marcado cada passo e cada ato da oposição.

O governo é acusado, ao mesmo tempo, de retardar e de apressar a compra das vacinas. A denúncia de corrupção é uma falsificação grosseira. A histeria, a ignorância, a desonestidade e a falta de educação dos inquisidores só serviram, até agora, para converter os que já foram convertidos. É um balanço triste.

Leia também: “Esquerda, direita e centro votaram a favor da nova Lei da Impunidade”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

16 comentários

  1. Eu não receito Ivermectina nem Hidroxicloroquina para esses três idiotas!!!
    Que sejam entubados, mas sejam os 3 entre 10 que se safam!!!
    A Lei do Retorno não falha. É estatística do bem.
    Os 3 não têm que ir para o inferno, tem outro lugar pior!

  2. Essa CPI armada pelo STF e por parte dos Senadores com o aval de Pacheco, imagino ter sido esse o verdadeiro motivo de um novato no Sensato conseguir a Presidência do Senado ainda no primeiro mandato.
    Não podemos esperar nada de diferente a não ser a destruição de algum valor positivo ao Brasil, que possa vir desses Senhores e de enorme parte dos Ministros do STF.
    E tudo isso ainda as nossas custas!

  3. Tem um lado da história que acho que você também não percebeu. Os leitores e a maioria dos eleitores estão lendo um coisa e está acontecendo outra. Parece que está faltando aos apoiadores do governo, incluindo deputados federais e senadores, uma atitude mais densa. As notícias que saem no R7 e na Oeste, principalmente, são diferentes dos outros órgãos de imprensa e do que está realmente acontecendo na CPI. Por exemplo: um Miranda no meio de sua fala confusa denunciou que o ex-ministro da saúde disse que havia gente querendo boicotar a vacina nacional. Ora, isto não mereceria uma CPI especial e com base na LSN? Depois saiu a notícia de que o Randolfe foi relator da MP da Covaxin e não viu nada de ilegal. Ora, nem que não desse em nada, alguém deveria pedir a quebra de sigilo do amapense para investigá-lo por omissão ou corrupção mesmo, pois aceitar algo que ele mesmo disse que era compra ilegal é porque ele também teria direito a uma comissão. Ou seja, o Randolfe investigaria a si mesmo? No caso do oxigênio eu já cansei de falar no assunto e ninguém debate com seriedade. No atraso das vacinas também não tem ninguém para questionar os membros da CPI de como deveria ser a vacinação, quando, qual marca, para quem e como seria a refrigeração do produto que na época merecia ultrafreezer. E, por último, gostamos de falar no Gilmar Mendes, mas a Rosa Weber merece disputar o pódio das incoerências jurídicas. Ela está louquinha para prender o Bolsonaro a qualquer custo. É só ver os despachos dela, como a última declaração que ela entende muito grave o negócio da Covaxin. Cuidado, estão querendo também dar o exemplo prendendo jornalistas que ameaçam com colunas livres, independentes e democráticas…

    1. Entendo sua frustração pois me sinto assim também, mas convenhamos o sistema é gigante e forte, não é fácil confrontar todos esses sabotadores sem ter espaço na mídia, no legislativo e no judiciário, o presidente só tem a arma da verdade e ela as vezes demora e nem sempre prevalece infelizmente!

  4. Parabenizo o jornalista Guzzo pelo brilhante artigo “A CPI da COV1D nasceu morta, porque nasceu mal intencionada”.
    É lamentável que a mídia, na sua grande maioria, divulgue de forma tendenciosa outra CPI. O próprio Guzzo já escreveu, e concordo, que essa mídia, há muito tempo, perdeu sua capacidade de pensar e analisar.
    Precisamos de mais jornalismo independente tal como o da revista Oeste!

  5. Guzzo, na era Dilma, Eduardo Cardoso agia como um cão de guarda em defesa da Presidente, ele era o AGU certo? Pq o Bolsonaro como PR não tem esse mesmo tipo de defesa diante de tantas acusações e ataques sem provas?

  6. Guzzo, faça uma matéria sobre a produção legislativa desse tal de RANDOLFE o inútil senador do Amapá que com pouco mais de 200 mil votos, vota contra todas as reformas e pior judicializa tudo, como verdadeiro despachante do STF.
    Comente também, para que precisamos de 3 inúteis senadores por Estado? Veja o Estado do Amapá que com pouco mais de 500 mil eleitores tem 3 dessas celebridades prejudicando a nação . Outra coisa insuportável é a representação parlamentar por Estado na Câmara Federal que não tem qualquer proporcionalidade ao eleitorado por Estado, quando permite 8 deputados federais pelo Amapá com 500 mil eleitores e 70 a São Paulo com 33 milhões de eleitores.
    Como cobrar que a população é responsável por esse Congresso Nacional que temos? Por exemplo meus candidatos à deputado federal e a senador por SP não foram eleitos em 2018.

  7. Por um “recall” na lei. Temos de ter o direito de, através do referendo popular, retirar figuras como Renan Calheiros, Fachin, Lewandowsky, Tóffoli, Mendes, Barroso, A. de Moraes de suas posições, pois a eles não pertencem. Usurpadores do poder, deturpadores da boa-fé brasileira.

  8. Hoje, 30/06, em número total de mortes por Covid-19 o Estado de São Paulo (127.681) ultrapassou a Itália (127.566) em número de mortes.
    Se fosse um país, estaria em 8° lugar.

    Em número de Mortes por Milhão alcançou 2860. Estaria em 4° lugar no ranking, se fosse um país.

    Negar tratamento imediato, gerir um confinamento sem-fim e causador demuota dor, apostar em uma vacina com baixa eficácia é a marca do Governo do Estado de São Paulo sob Dória!

    Pena q não consigo anexar: pesquisa feita no site do GovSP e WorldOMeters

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site