‘A gente vai sair junto’, afirma Bolsonaro ao lado de Guedes

A fala ocorreu ao lado do ministro, em um evento nos arredores de Brasília, neste domingo
-Publicidade-
O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Clauber Cleber Caetano/PR
O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, descartou a possibilidade de que o ministro da Economia, Paulo Guedes, deixe a pasta antes do fim de seu governo. A fala ocorreu neste domingo, 24, em um evento nos arredores de Brasília.

“A gente vai sair junto, lá na frente”, disse Bolsonaro. “Pode ter certeza disso.” Feita ao lado de Guedes, a declaração veio em resposta a repórteres que questionavam sobre a permanência do ministro na equipe econômica.

-Publicidade-

Guedes citou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para cobrar celeridade do Congresso na aprovação das reformas econômicas.

”O presidente do Senado se lança agora à Presidência da República”, disse Guedes. “Se ele não avançar com as reformas, como é que vai defender a própria candidatura dele? Ele precisa avançar com as reformas, precisa nos ajudar a fazer as reformas. Ele não pode fazer militância também, e eu tenho certeza que ele não vai fazer.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Ao que parece, a tentação de enfiar a mão na cumbuca e furar o teto, se foi. Se voltarem a cair na tentação, é bom lembrar do dito popular: Comer e coçar, é só começar…” Aí a roda começa a girar e não tem ninguém que tenha condições de frear. Já vi esse filme antes. Criticaram tanto o PT com suas politicas assistencialistas e agora estão fazendo exatamente o mesmo e até dobrando a aposta em vista disso eu só tenho a dizer que o SOCIALISMO está arraigado até na alma desses que se dizem “liberais” na economia e “conservadores” nos costumes. Vão tentar convencer isso lá prá suas nêgas, prá cima de mim, negativo!

  2. É isso que os ministros devem fazer. Sair de seus gabinetes e falar diretamente com o povo como sempre fez o presidente Bolsonaro. Tem que falar diretamente para o povo sentir mais segurança, e manter o apoio ao presidente Bolsonaro.

  3. Indireta do Paulo Guedes q foi direto na cara do canalha do Pachequim. Mais um cretino sabotador do país encastelado no poder, mas a hora dele tbem vai chegar e será muito em breve.

  4. Dessa vez vou discordar do ministro Pulo Guedes. O presidente do Senado, é militante, subserviente, baba ovo de ministro, dissimulado, enfim o que há de pior em um politico. Não merece a menor confiança, e provas já deu. É traíra!

  5. Bolsonaro e Guedes suas das figuras mais importantes e iluminadas que surgiram na política brasileira nos últimos 50 anos. Quanto ao Senador, apenas mais um político de péssima qualidade.

  6. Paulo Guedes tem que viajar ao exterior para mostrar o Brasil aos grandes investidores internacionais, para que aqui invistam nos enormes recursos naturais que possuímos, porque nossos atuais gestores financeiros do mercado, estão vergonhosamente incentivando o mercado local a investir no exterior. Isso não é investir, é pura jogatina, provocada justamente por quem precisa do mercado interno promissor. Culpo os economistas tucanos que como ex tucano admirava, e que hoje invejam as virtudes da equipe econômica deste governo e aliam-se a fracassados dos planos econômicos do passado e da péssima gestão fiscal do PT.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.