Acostumado com Estado paternal, povo pede governo enxuto

É o que afirma Ana Paula Henkel, em artigo publicado na Edição 63 da Revista Oeste
-Publicidade-
Manifestantes favoráveis ao presidente da República, Jair Bolsonaro
Manifestantes favoráveis ao presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Felipe Duest/PhotoPress/Estadão Conteúdo

Em artigo publicado na Edição 63 da Revista Oeste, a colunista Ana Paula Henkel afirma que a pandemia do novo coronavírus mostrou que o mundo está carente de líderes. No entanto, conforme apregoa o conservadorismo, é possível buscar referências históricas de heróis que não deixaram a civilização ruir.

Leia um trecho

-Publicidade-

“De vidas à economia, a pandemia que assolou o planeta em 2020 trouxe enormes perdas. Países testemunharam o vírus chinês destruir famílias e dizimar negócios. A doença trouxe sintomas graves e, entre eles, a fome, a mentira, a manipulação, a politização de vidas e do futuro de todos nós. Governantes pelo mundo foram expostos. Suas lideranças à frente de problemas, colocadas em xeque, e o pior foi revelado. Não temos líderes. Não temos homens de fibra como antigamente. Em um cenário já com a esperança devastada, com inimigos torcendo para o ‘quanto pior, melhor’, onde encontrar a inspiração para seguir sem medo? É preciso resgatar a coragem histórica daqueles que não se deixaram levar pelo desespero diante de situações graves, inclusive de guerras. A pandemia mostrou que estamos carentes de líderes, mas podemos nos aquecer na memória de homens e mulheres que não deixaram o mal avançar.

Por mais que estejamos vivendo um momento complicado da história, no próximo domingo, 6 de junho, pare por alguns minutos, converse com os filhos e netos sobre história, dê uma chegadinha com a família ali no YouTube e coloque na barra de pesquisa: “D-Day”. Precisamos apreciar a perspectiva de que, por mais dolorosa que esteja nossa situação, o mundo é um lugar melhor por causa daquele dia.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 63 da Revista Oeste vai além do texto de Ana Paula Henkel sobre a importância de líderes políticos na defesa de valores caros à sociedade. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Ana Brambilla, Evaristo de Miranda, Rodrigo Constantino, Guilherme Fiuza, Silvio Navarro, Dagomir Marquezi e Theodore Dalrymple.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site