Advogados conservadores acionam a Justiça contra jornalista que defendeu golpe para derrubar Bolsonaro

Ação é movida contra Mario Sergio Conti, do jornal Folha de S. Paulo
-Publicidade-
Logo da Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil | Foto: Reprodução
Logo da Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil | Foto: Reprodução

A Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil (OACB) apresentou uma notícia-crime na Justiça Federal contra o jornalista Mario Sergio Conti, do jornal Folha de S. Paulo. Segundo o grupo, Conti praticou crime contra a honra de Jair Bolsonaro ao dizer que o presidente comete genocídio e sugerir que as Forças Armadas deveriam derrubá-lo.

Como noticiamos, Conti publicou um texto com o título: “Nata militar poderia, sim, derrubar Bolsonaro, mas precisaria ter coragem”. O jornalista faz referência a uma tentativa de assassinato do ditador alemão Adolf Hitler e escreve que a cúpula militar poderia destituir Bolsonaro, “mas ela teria de ter aquilo que sobrava entre os da estirpe de Stauffenberg — coragem, noção de pátria, civismo”.

-Publicidade-

Leia mais: “Bolsonaro: ‘Se acharem que devo vacinar, vacino, não tem problema nenhum’”

A OACB lembra que a Lei de Segurança Nacional considera crime contra a honra do Presidente da República tais ofensas e afirma que o texto “não é informativo, mas depreciativo, e com a, em tese, clara intenção de atingir o atual chefe do Poder Executivo Federal politicamente. Pior, acaba por também ensejar um golpe de Estado contra um presidente eleito de forma democrática e em pleno estado democrático de direito”, diz a petição.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

15 comentários

  1. Esse cretino hoje em pleno sabado de aleluia resolveu atacar o cristianismo em especial o catolicismo, como sequência de seu odio a Bolsonaro. Cadeia nele.

  2. Tem muita gente (políticos e militantes jornalistas, blogueiros, artistas, entre outros, e até ministro do supremo) com discurso de ódio e ofendendo a honra do Presidente, inclusive incitando crimes contra a sua vida. As pessoas que prezam a verdadeira democracia não podem aceitar essas condutas.

  3. Na realidade os genocidas são os que negaram o protocolo de Porto Feliz e Porto Seguro que o Bolsonaro sempre difundiu , se no Brasil todos tivessem seguido este protocolo teríamos salvado mais ou menos 100 mil vidas . Mas preferiram seguir a ciência assassina do DitaDória.

  4. Estes palhaços são completamente desconhecidos e fazem isto para chamarem a atenção. Simplesmente deixem de ler este jornal que um dia já foi bom mas hoje não passa de uma bosta que desinforma.
    As pesquisas já viraram piadas.
    Processem sim, mas sem publicidade pois é isto que os palhaços querem.
    Parabéns OACB.

  5. É a isso que se presta o jornalismo marrom, irresponsável e descompromissado com qualquer agenda positivista para o País, quando se furta do seu papel constitucional e social, que é entreter, educar e, principalmente, INFORMAR. Justiça neles!

  6. Isso aí não seria o famigerado ato antidemocrático? Por muito menos o cabeça de ovo mandou prender jornalista. Ha, eu me esqueci, sendo da esquerda pode.

  7. Esse falso jornalista deveria parar de falar esse monte de besteirada. Se não sabe fazer nada de útil, a melhor coisa que ele deveria fazer é ficar quieto. Boca fechada não entra mosquito.

  8. Esse pseudo jornalista está apenas querendo aparecer. Por que então não sai às ruas fantasiado de Napoleão, de Capitão Gancho, de Gato de Botas, de Saci Pererê e outros!
    Se mesmo assim não conseguir aparecer como gostaria, que então se recolha à sua insignificância saia de cena de fininho!

  9. Ora, ora, vejam só. Esse monte de estrume tinha que ser da #FOICEDESP. Esse jornaleco virou um valhacouto de comunistas. Deveria triplicar a tiragem e mandar pra Venezuela. Lá está faltando papel higiênico.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.