AGU: STF não tem de pressionar Lira por impeachment de Bolsonaro

Agência governamental se manifestou em ação movida pelo PDT
-Publicidade-
Relator de processo é o ministro Nunes Marques
Relator de processo é o ministro Nunes Marques | Foto: Marcos Corrêa/PR

O advogado-geral da União (AGU), Bruno Bianco, argumentou que não é papel do Supremo Tribunal Federal (STF) definir prazos para a análise de impeachments, visto que são processos de natureza política. A AGU se manifestou em uma ação movida pelo PDT no STF para obrigar o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), a desengavetar pedidos de destituição de Bolsonaro. O relator é o ministro Nunes Marques.

“A eventual imposição de processamento da denúncia para apuração de responsabilidade do presidente da República, pelo Poder Judiciário, violaria o princípio da separação dos Poderes, assegurado no Art. 2º da Constituição Federal, tendo em vista que tal competência é do Poder Legislativo”, sustentou a AGU, no documento enviado à Corte na terça-feira 12. Para o PDT, Lira tem a obrigação de apreciar os pedidos contra Bolsonaro.

Leia também: “Lula está sem promessas”, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 81 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. E os pedidos de impeachment dos ministros do STF com apoio do povo e de milhares de assinaturas, desses nem se fala não é???????? PDT calhorda e contra a Pátria, não se pode votar em nenhum politico desta sigla, deste prefeitos de pequenos municípios a governadores. Lembrem todos.

  2. O relator é Cássio Nunes Marques, justamente o adepto de bandidos que o banana de rabo preso do Bolsonaro nomeou para o STF. Ao invés de iniciar uma limpeza, deixou o STF tão sujo como estava, e pior, pq esse Cassio Nunes Marques ficará aí ditando e ajudando bandidos por 3 décadas. Isso foi um dos maiores erros do banana do bolsoanaro. Inadmissível. Se alguém faz chantagens, escancara ela, e não ceda a ela, ferrando o brasileiro. É o melhor presidente que tivemos, mas é muito ruim.

  3. O STF não pode interferir no Senado (Alcolumbre), mas pode interferir na Câmara?? Até quando vai a excrescência desses b..tas?? Acho que já deu, não??

  4. Depois de mais de 3 anos de tentativas de matar e desbancar Bolsonaro, frustradas, o desespero literalmente está batendo na abstinência desses vigaristas.

  5. esperar o quê de um partido que tem Tábata Amaral e Túlio Gadelha em suas fileiras, lembrando que o fundador desse partido foi ” EL RATON” segundo Fidel Castro.

  6. E agora, Lewandowski? Vai ser coerente e invocar o princípio de questões interna corporis? Ou negá-lo só porque vai contra Bolsonaro! Imbecis!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.