Alckmin confirma filiação ao Partido Socialista Brasileiro

'O tempo da mudança chegou', disse o ex-governador
-Publicidade-
Ex-governador de São Paulo disse que o momento exige 'grandeza política'
Ex-governador de São Paulo disse que o momento exige 'grandeza política' | Foto: Divulgação/Agência Brasil

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin anunciou nesta sexta-feira, 18, que vai se filiar ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). É mais um sinal de que ele será candidato a vice-presidente na chapa de Lula.

“O momento exige grandeza política, espírito público e união”, escreveu Alckmin, no Twitter. “O tempo da mudança chegou.” O ex-governador compartilhou uma imagem para anunciar o ato.

Ao compartilhar a notícia da filiação, Alckmin citou Eduardo Campos, candidato ao Planalto pelo PSB em 2014, morto em um acidente de avião em Santos (SP) durante a campanha. “Não vamos desistir do Brasil”, ressaltou.

Desde que deixou o PSDB, ele foi cortejado por diversos partidos, como PV, PSD e Solidariedade. Escolhendo o PSB, Alckmin torna ainda mais factível a chapa Lula-Alckmin, vista como provável desde o ano passado.

Filiação marcada

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, anunciou que a cerimônia de filiação vai ser na próxima quarta-feira, dia 23. Ainda não se sabe se Lula participará da cerimônia.

Leia também: “A esperança venceu a vergonha”, artigo de Augusto Nunes publicado na Edição 92 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.