-Publicidade-

Alemanha usa ‘desculpa pobre’ para impedir acordo UE-Mercosul, diz Mourão

Vice-presidente brasileiro afirmou que pandemia trouxe de volta o protecionismo nos países com 'todas as suas nuances'.
Para Mourão, Alemanha tentar impedir acordo do Mercosul com UE por causa do desmatamento da Amazônia é 'desculpa pobre' <br> Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Para Mourão, Alemanha tentar impedir acordo do Mercosul com UE por causa do desmatamento da Amazônia é 'desculpa pobre'
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil | hamilton mourão, alemanha, união europeia, mercosul, amazônia, desmatamento, acordo

Vice-presidente brasileiro afirmou que pandemia trouxe de volta o protecionismo nos países com “todas as suas nuances”

hamilton mourão, alemanha, união europeia, mercosul, amazônia, desmatamento, acordo
Para Mourão, Alemanha tentar impedir acordo do Mercosul com UE por causa do desmatamento da Amazônia é “desculpa pobre” | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Uma “desculpa pobre”. Foi assim que o vice-presidente Hamilton Mourão definiu a possível retirada de apoio da Alemanha ao acordo comercial entre União Europeia e Mercosul por causa do desmatamento na Amazônia.

De acordo com o porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel, ela pôs em dúvida, na última sexta-feira, 21, a implementação do acordo de livre-comércio, informa a agência estatal de notícias do país, a Deutsche Welle.

“O que tem o desmatamento a ver com o acordo do Mercosul com a União Europeia? Nada a ver […],  usam a desculpa naquela situação de que ‘o Brasil tá desmatando e com isso aumentou sua produção agropecuária'”, lamentou Mourão.

O vice-presidente também disse que é preciso esperar o fim das discussões e que elas acontecem durante a pandemia, quando o protecionismo voltou com “todas as suas nuances” em todos os países.

Um possível acordo entre os dois blocos econômicos foi anunciado em julho de 2019 e precisa ser ratificado por todos os países dos grupos para entrar em vigor. Questões ambientais, porém, vêm sendo colocadas como trava para que seja posto em prática. Holanda e Áustria, por exemplo, já se posicionaram contra.

Aparentemente, o mito da Amazônia em chamas tem de ser desfeito em muitos países. E o cuidado ambiental precisa ser melhorado na Europa.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Acho o seguinte: não querem comprar nossos produtos e serviços? Muito bem, que não comprem. Mas quando estiverem passando fome, vai ser um pouquinho mais caro. Se sobrar.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês