-Publicidade-

Alesp aprova lei que multa ‘fura-filas’ em até R$ 100 mil

Punição vale para qualquer pessoa vacinada fora dos grupos prioritários
Os autores da medida são os deputados Heni Ozi Cukier (Novo) e Gilmaci Santos (Republicanos)
Os autores da medida são os deputados Heni Ozi Cukier (Novo) e Gilmaci Santos (Republicanos) | Foto: Divulgação/Alesp

A maioria dos deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou uma lei que permite ao Estado multar em até R$ 100 mil os chamados “fura-filas” da vacina contra a covid-19. O projeto recebeu o sinal verde na quarta-feira 10 e foi encaminhado ao governador João Doria (PSDB-SP). De autoria dos parlamentares Heni Ozi Cukier (Novo) e Gilmaci Santos (Republicanos), a medida abrange desde a pessoa que recebe a dose até o funcionário público facilitador — incluindo o servidor que injeta a vacina, caso esteja envolvido no ato irregular.

Conforme o texto, a multa vale para qualquer pessoa que for vacinada fora dos grupos prioritários, não apenas funcionários públicos. Quem aplicar a vacina indevidamente, pode ser multado em R$ 25 mil. A pessoa que for vacinada pode ter que pagar entre R$ 25 mil e R$ 50 mil. O projeto também estabelece que se o “fura-fila” for um servidor do Estado, o valor dobra e a multa pode chegar a R$ 100 mil. O agente, ainda, será afastado de suas funções e responderá a um processo administrativo que pode resultar em rescisão de contrato e, em casos extremos, a exoneração.

Leia também: “Senado proíbe Estados e municípios de fechar hospitais de campanha”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Como perguntar não ofende, pergunta-se: e se as pessoas não puderem pagar, por falta de recursos??? Embora criticável, não se pode comparar o contexto de uma criatura com medo de adoecer, com o contexto de falta de recursos. É lei própria de demagogos, de engomadinhos acostumados à satisfação de suas vontades!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês