-Publicidade-

Alesp define hoje novo presidente; aliado de Doria é favorito

Espera-se que Carlão Pignatari (PSDB) seja eleito com a maioria dos votos
Caso vença, o PSDB manterá o controle do legislativo estadual, totalizando 24 anos de hegemonia
Caso vença, o PSDB manterá o controle do legislativo estadual, totalizando 24 anos de hegemonia | Foto: Divulgação/Alesp

Os deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) definirão nesta segunda-feira, 15, o novo presidente da Casa. Concorrem à cadeira o governista Carlão Pignatari (PSDB), Major Mecca (PSL), Sergio Victor (Novo) e Carlos Gianazzi (Psol). O tucano é favorito para suceder o atual mandachuva da Alesp, Cauê Macris (PSDB). Espera-se que nome de Doria receba 60 votos — de modo a ser eleito, são necessários 40.

Caso isso ocorra, o PSDB manterá o controle do legislativo estadual, totalizando 24 anos de hegemonia. Dessa forma, Doria estuda acelerar o processo de aprovação do auxílio anunciado com a finalidade de enfrentar a crise provocada pelo surto de covid-19. Batizada de “bolsa-trabalho”, a proposta prevê oferecer R$ 450 por até cinco meses para desempregados. Projetos relacionados à municipalização de rodovias devem receber destaque pelos próximos dois anos.

Leia também: “Em São Paulo, manifestantes pedem a renúncia de Doria”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.