Alexandre de Moraes nega que vá encerrar inquérito das fake news

Inquérito, que foi aberto de ofício pela Corte, vem sendo prorrogado desde 2019
-Publicidade-
Ministro Alexandre de Moraes, durante a sessão da Primeira Turma do STF | Foto: Carlos Moura/SCO/STF
Ministro Alexandre de Moraes, durante a sessão da Primeira Turma do STF | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes disse nesta sexta-feira, 29, que não irá arquivar o inquérito das fake news, aberto de ofício, em 2019, pelo então presidente da Corte, Dias Toffoli, para apurar supostos ataques e calúnias contra ministros do tribunal e seus familiares.

Desde então, o inquérito, relatado por Moraes, vem sendo prorrogado indefinidamente. Em palestra no Centro Universitário Faap, em São Paulo, o ministro afirmou que “a História vai reconhecer o ato inteligente e corajoso do ministro Dias Toffoli” de abrir o inquérito.

-Publicidade-

“Não vai arquivar inquérito de fake news nenhum, porque nós estamos chegando aos financiadores. As pessoas não entendem que a investigação tem o seu momento público e tem o seu momento sigiloso, que no mais das vezes é o mais importante, quando você vai costurando as atividades ilícitas que a Polícia Federal está investigando”, afirmou.

Moraes também disse que “liberdade de expressão não é liberdade de agressão”. “Não é possível defender a volta de um ato institucional número 5, o AI-5, que garantia tortura de pessoas, morte de pessoas. O fechamento do Congresso, do Poder Judiciário. Ora, nós não estamos em uma selva”, declarou.

Segundo ele, desinformação é a maior preocupação nas eleições de 2022, e que o problema esteve presente em 2018. “Como disse, o maior erro é subestimar e ficar repetindo ‘só falam para as bolhas’, ‘ah, quem tem cabeça olha, sabe que a notícia é falsa’. Não é verdade isso, é tudo direcionado por algoritmos”, disse.

Sobre a atuação do Supremo, Moraes afirmou que “o Poder Judiciário e a magistratura não existem para ser simpáticos”. “O Poder Judiciário simpático é Poder Judiciário populista; Deus nos livre de morarmos num país onde o Poder Judiciário joga para a plateia. Não significa que o Poder Judiciário vai ignorar sociedade, que é outra desinformação repetida”, disse.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

19 comentários Ver comentários

  1. Cabeça de ovo, o canalha dos canalhas no antro chamado de stf. A tua hora vai chegar cabeça de ovo, a tua e dos demais que fazem parte da corja que investe contra a Democracia nesse País.

  2. Ele fala que o poder judiciário n joga pra plateia mas falou também que é uma mentira quando dizem que ela não está atenta o que a plateia fala… na verdade o que estão fazendo é Jogando contra a plateia e acusando a mesma de ser criminosa e mentirosa pra justificar as maldades, crimes e doenças mentais deles!

  3. “é tudo direcionado por algoritmos”, de novo esse negócio de robôs .. uma falácia mentirosa sem-vergonha cretina e satânica! O povo na rua era o que?

  4. “a História vai reconhecer” a história nem é gente! E aí se vê que eles não usam uma linguagem da vida real , eles usam os discursos que estão na mente . são esquizofrênicos e histéricos!

  5. É bom para esse ministro ter essas tais provas muito bem fundamentadas em mãos para apontar os eventuais responsáveis pelas tais Fake News, caso contrário, não poderá encerrar esse inquérito jamais. Eu, particularmente acho que ele não conseguiu nada e está numa sinuca de bico sem poder desmentir o que já disse. Enfim, isso uma hora vai ter um fim e não vai demorar muito, pois as eleições estão logo aí, faltando apenas 5 meses, até lá tem que encerrar essa conversa mole de um jeito ou de outro.

  6. Obvio eles querem usar este inquérito ilegal para enquadrar o presida na hora oportuna kkkkkkk, como poderemos conviver com a maioria dos deuses do olimpo ai quase que pelo resto da vida, cara é um pesadelo isto heim.

  7. A empáfia desses ministros do STF, que se consideram deuses e acima das leis e da Constituição Federal, atropelando os ritos processuais e ignorando todas as formalidades legais, demonstra o quanto eles desprezam a inteligência dos cidadãos. Instauraram a ditadura de toga a serviço da esquerda e agudizaram a linha do “nós contra eles”. Veremos até onde esticarão a corda.

  8. Como funciona isso? Qualquer inquérito pode viger “ad aeternum”? Ali fala que foi instaurado ilegalmente conforme disseram, em 2019 então já vai, dependendo de que mês do ano, para três anos! Isso pode?

  9. Careca VAGABUNDO do caralho!! Minha vontade é de te esmurrar até o teu nariz sair pelo teu cú, seu ordinário!

    Tira essa toga e venha sair na mão comigo. Venha!!

  10. A História já colocou esses personagens e essas narrativas em seus devidos lugares e nada do que o Olimpo tente fazer vai mudar essa realidade.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.