Anistiados ganham além do teto e acumulam até R$ 6,5 milhões

Benefício contempla parentes de Prestes e Marighella, informa jornal
-Publicidade-
Podem ganhar os recursos aqueles prejudicados por regimes totalitários de 1946 a 1988
Podem ganhar os recursos aqueles prejudicados por regimes totalitários de 1946 a 1988 | Foto: Divulgação/Acervo Militar

Sete anistiados políticos recebem parcelas mensais com valores acima do teto remuneratório dos servidores federais, com valores próximos aos R$ 50 mil, informou nesta segunda-feira, 8, levantamento do jornal Gazeta do Povo. Dezoito pessoas já acumularam mais de R$ 4 milhões, em parcelas mensais ou em pagamentos milionários do benefício conhecido como “Bolsa Ditadura”.

Um dos contemplados conseguiu acumular um total de R$ 6,5 milhões, sendo R$ 2,8 milhões numa tacada só. Outros dois acumulam a indenização de anistiado com aposentadorias na Câmara dos Deputados e de um tribunal, com renda total batendo nos R$ 60 mil. Entre os indivíduos que têm direito ao dinheiro estão familiares dos comunistas Luís Carlos Prestes e Marighella.

De março de 2002 e agosto de 2020, os pagamentos únicos somam R$ 626 milhões. As parcelas mensais já totalizam R$ 3,3 bilhões, de julho de 2014 a setembro de 2021. Ao todo, são R$ 3,85 bilhões em indenizações da Bolsa Ditadura. Podem ganhar os recursos aqueles prejudicados por regimes totalitários de 1946 a 1988. Todos os valores foram atualizados pela inflação.

-Publicidade-

Figuras conhecidas

Segundo a pesquisa da Gazeta, Mariana Ribeiro Prestes e Ermelinda Ribeiro Prestes, filhas de Prestes, receberam R$ 100 mil de indenização, cada uma, em setembro de 2015. De acordo com a Comissão de Anistia (CA), elas sofreram efeitos decorrentes da perseguição imposta ao pai, como visto negado para permanência no Brasil, o que teria provocado danos à família.

Filho de Paulo Freire, Lutgardes Costa Freire pegou R$ 100 mil em julho de 2014. Ele foi obrigado a viajar com a mãe para acompanhar o pai, quando exilado no Chile, justificou a CA. Clara Charf, que foi casada com o guerrilheiro Carlos Marighela, líder da Ação Libertadora Nacional, morto em novembro de 1969, recebe hoje R$ 5,2 mil como viúva. Ela já recebeu um total de R$ 776 mil.

Carlos Augusto Marighella, único filho do guerrilheiro, foi declarado anistiado político em novembro de 2008. Começou recebendo uma parcela mensal de R$ 3,2 mil, com pagamento retroativo inicial de R$ 454 mil (valor nominal). A sua indenização já chega a R$ 2 milhões. Recebe hoje R$ 6,5 mil por mês. Ele foi preso pelo regime militar em 1975 e teve seus direitos políticos cassados.

Pagamentos milionários

O jornalista Paulo Cannabrava Filho já recebeu um total de R$ 6,5 milhões, sendo que R$ 2,8 milhões (valor nominal) foram pagos numa bolada em maio de 2019. Sua renda mensal hoje é de R$ 31,5 mil. Trabalhou como repórter de política nos jornais Correio da Manhã, Última Hora e Folha de S.Paulo, em que foi editor de política no início do regime militar.

Ex-petroleiro, Arioristo Holanda recebeu R$ 4 milhões de indenização. Atualmente, sua renda mensal é de R$ 38,5 mil como anistiado. Mas também recebe R$ 21,3 mil como aposentado pelo Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC). Ele foi deputado federal por sete legislaturas, pelo PDT, Pros, PSB e PSDB. A sua renda total chega a R$ 59,8 mil.

José Carlos da Silva Arouca foi um sindicalista ligado ao Partido Comunista do Brasil — primeiro partido de Marighella. A sua indenização já soma R$ 4,9 milhões. Em fevereiro de 2017, recebeu uma bolada de R$ 1 milhão. Sua renda mensal como anistiado é de R$ 30,5 mil. Ele também possui aposentadoria como juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

Leia também: “Capitalismo selvagem ou capitalismo “do bem”?”, reportagem publicada na Edição 81 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.