-Publicidade-

Apoio do PT faz deputado do DEM criticar Rodrigo Maia

Pedro Lupion reclama da estratégia de "poder pelo poder"
Maia é deputado federal pelo DEM do Rio de Janeiro | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Maia é deputado federal pelo DEM do Rio de Janeiro | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil | rodrigo maia - projetos engavetados na Câmara - alvaro dias - pedro lupion

Pedro Lupion (DEM-PR) reclama da estratégia de “poder pelo poder”

rodrigo maia - projetos engavetados na Câmara - alvaro dias - pedro lupion
Maia é deputado federal pelo DEM do Rio de Janeiro | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O apoio do PT e de outros partidos de esquerda faz com que o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), seja criticado publicamente por um colega de sua própria legenda. Pedro Lupion (DEM-PR) não gostou das recentes movimentações lideradas pelo parlamentar fluminense. E externou esse sentimento à imprensa.

Leia mais: “Semana do PT: de crítico a aliado de Maia”

“Não ter condições de aceitar esse jogo do Rodrigo Maia com a esquerda”, disse Lupion ao site da CNN Brasil. Além de representar o Paraná na Casa legislativa, ele é vice-líder do governo no Congresso Nacional. “É o poder pelo poder”, lamentou o congressista.

Incomodado com Maia, Lupion declarou voto em Arthur Lira (PP-AL) para a eleição à presidência da Câmara dos Deputados em fevereiro de 2021. Por ora, o bloco liderado pelo atual presidente da Câmara não conta com nome definido para a disputa.

Apoio de 11 partidos

Atualmente, o bloco de oposição contra a eleição de Arthur Lira conta com 11 partidos. Além do PT, PDT, PSB e PCdoB são outras siglas da esquerda na lista. Nos bastidores, pedetistas e socialistas indicam que poderão, sim, votar no candidato do Progressistas de Alagoas. A eleição para a presidência da Câmara dos Deputados ocorre por meio de votação secreta.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.