Após redução de valor para Censo, presidente do IBGE pede demissão

Decisão ocorreu um dia após a aprovação do Orçamento 2021, que reduziu o montante destinado ao Censo Demográfico
-Publicidade-
Presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra | Foto: Acervo IBGE
Presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra | Foto: Acervo IBGE

O IBGE informou nesta sexta-feira, 26, que a presidente do instituto, Susana Cordeiro Guerra, pediu exoneração. Ela alegou “motivos pessoais e de família” e disse que vai continuar no cargo para fazer a transição.

A decisão ocorreu um dia após a aprovação do Orçamento 2021, que reduziu para R$ 71 milhões os recursos destinados à realização do Censo Demográfico, o que, de acordo com a avaliação do IBGE, inviabiliza a pesquisa. Inicialmente o valor era de R$ 3,4 bilhões, depois passou para R$ 2 bilhões e foi reduzido novamente.

Leia mais: “Nunes Marques vota a favor de manter punição a Dallagnol”

-Publicidade-

Durante a discussão do tema no plenário da Câmara, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), propôs um acordo de compromisso futuro, por parte do Executivo, de recomposição do orçamento do IBGE “para realização oportuna” do censo demográfico.

O Censo deveria ter sido realizado em 2020, mas foi adiado por causa da pandemia. Susana assumiu o cargo em fevereiro de 2019, escolhida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Ainda estamos na pandemia. Vai fazer censo como? E outra coisa. Nunca recebi ninguém do IBGE batendo na minha porta pra fazer censo nenhum embora eles contratem gente pra fazer o serviço. Coisas estranhas acontecem no Brasil.

  2. Sem as razões; impossível analisar.
    No entanto é fato que com a Economia sendo massacrada pela esquerda, com o único objetivo de desestabilizar o Governo, uma demissão de um gestor de órgão governamental se por falta da verba devida, me parece ser falta de pertinência e de bom senso.
    Mas, como disse, não sabemos as razões!

  3. Essa deve ser mais uma esquerdista que vai fora. Não vai faltar quem queira administrar o IBGE. Espero que seja um militar pra organizar esse instituto, que de tá uma bagunça..

  4. Tem que se concordam com a demissionária, e recolher seu cartão de entrada no ambiente de trabalho, imediatamente.
    Em nada contribui essa MORO de saias.
    Que para se igualar ao Ministro psdbista, faltou combinar o seu MOMENTO DE GLÓRIA com a globolixo ou CNN.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site