Após rejeição a PEC da reeleição, Senado tira consulta do ar

Enquete sobre PEC que pode permitir reeleição de Davi Alcolumbre para presidência da Casa foi retirada do ar após rejeição de 98% dos internautas
-Publicidade-
Maioria dos internautas rejeitaram PEC que pode ajudar Alcolumbre | Foto: Wallace Martins/Estadão Conteúdo
Maioria dos internautas rejeitaram PEC que pode ajudar Alcolumbre | Foto: Wallace Martins/Estadão Conteúdo | PEC reeleição

Enquete sobre PEC que pode permitir reeleição de Davi Alcolumbre para presidência da Casa foi retirada do ar após rejeição de 98% dos internautas

PEC reeleição
Maioria dos internautas rejeitou PEC que pode ajudar Alcolumbre
Foto: Wallace Martins/Estadão Conteúdo

O Senado retirou do ar uma consulta pública sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 33/20, que prevê a reeleição para a presidência da Casa. Se aprovada, a medida beneficiaria, por exemplo, o atual presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP).

-Publicidade-

Até a noite de ontem, quinta-feira 10, a proposta tinha 9.138 votos contrários e 143 favoráveis — ou seja, 98% dos internautas eram contra o projeto.

Leia mais: “A saga de Alcolumbre para ser o novo Renan do Senado”

Como faz com diversos projetos, o Senado publica enquetes para que a população possa avaliá-los  virtualmente. Contudo, ao visitar a página, a mensagem que consta é: “Desculpe o transtorno. A ferramenta de Consulta Pública está em manutenção para correção da exibição da ementa e autoria das proposições”.

A PEC da reeleição foi apresentada pela senadora Rose de Freitas (sem partido-ES), aliada de Alcolumbre, na última semana, e gerou polêmica entre seus colegas, inclusive com o então partido da parlamentar, o Podemos. Ela se desfiliou da legenda. A proposta também beneficia o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Quando os políticos que vivem arrotando “DEMOCRACIA,” vão entender que em um Estado democrático, o que vale é a escolha da maioria? Eles não conseguem conviver com isto. E assim sendo, querem a todo custo, tirar a liberdade das pessoas na internet, pois só assim, teriam espaço para mentirem sem ser desmentidos. A internet, faz parte da evolução, tirá-la da sua real destinação é querer ignorar a modernização das coisas. Ela veio para ficar. Para dominá-la, é preciso romper definitivamente com a real democracia, que no Brasil, já está bastante relativizada.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.