Após se tornar investigado, Arthur Weintraub critica CPI da Covid: ‘Aparentemente, já me condenaram’

'Jamais tive nenhum processo criminal contra mim. E quem me acusa, quantos tiveram?', questionou
-Publicidade-
Ex-assessor especial da Presidência da República Arthur Weintraub | Foto: Marcos Corrêa/PR
Ex-assessor especial da Presidência da República Arthur Weintraub | Foto: Marcos Corrêa/PR

Arthur Weintraub, ex-assessor especial da Presidência da República para assuntos internacionais, reclamou de ter sido incluído no rol de investigados pela CPI da Covid, sem sequer ter sido ouvido pelo colegiado. “Jamais tive nenhum processo criminal contra mim. E quem me acusa, quantos tiveram?”, questionou.

Nesta sexta-feira, 18, além do irmão do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, outras 13 pessoas (veja lista abaixo) passaram a ser investigadas pela comissão. O anúncio foi feito pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL).

Leia mais: “‘Estou interessado em vacinar a população’, diz Queiroga sobre se tornar investigado pela CPI”

-Publicidade-

“Estado Democrático de Direito… Não fui sequer ouvido, e já sou investigado! Não tenho nada a esconder, só a mostrar. Aparentemente já me condenaram. Jamais tive nenhum processo criminal contra mim. E quem me acusa, quantos tiveram? Não quero sofrer o mesmo que Oswaldo Eustáquio!”, escreveu, pelas redes sociais.

Veja nomes de investigados

  1. Marcelo Queiroga, ministro da Saúde
  2. Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde
  3. Ernesto Araújo, ex-ministro das Relações Exteriores
  4. Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação Social da Presidência
  5. Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde
  6. Nise Yamaguchi, médica oncologista e imunologista
  7. Paolo Zanotto, virologista
  8. Carlos Wizard, empresário
  9. Arthur Weintraub, ex-assessor especial da Presidência
  10. Francieli Fantinato, coordenadora do Programa Nacional de Imunização
  11. Marcellus Campêlo, ex-secretário de Saúde do Amazonas
  12. Elcio Franco, ex-secretário executivo do Ministério da Saúde
  13. Hélio Angotti Neto, secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde
  14. Luciano Dias Azevedo, anestesista da Marinha apontado como autor de proposta para alterar a bula da cloroquina
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Enquanto prossegue esse espetáculo circense para distrair o país, os corruptos que desviaram bilhões de reais que poderiam salvar dezenas ou centenas de milhares de vidas, seguem intocáveis. Se não houver uma iniciativa de intervenção do próprio Senado nessa CPI, o Senado Federal será mais um na lata de “lixo não reciclável” das instituições do país, reunindo-se ao STF. E o nosso Brasil vai ficando, cada vez mais, com o jeito de lugar onde o certo é o errado, e o errado é o certo. Um Paraíso para pecadores e um Inferno para justos.

  2. Chega de desperdício de dinheiro público e inversão de valores. Mande as Forças Armadas prender todos esses corruptos e jogar a chave fora. Leve todos os “iluminados” do STF junto.
    Já que Deputados e Senadores estão todos no lado da “justiça” do STF, que legisla contra a Constituição, investigam, punem e humilhar cidadãos de bem, é hora do uso da força. Quanto mais tempo passa, mais esses bandidos se armam e maior será o tempo para a retomada dos valores morais ao país.

  3. Esse esse pessoal do gabinete das sombras ou paralelo é o grande causador dos morticínio das 500.000 mortes dos Brasil em sua maioria, foram os colaboradores das maiores desinformaçoe sobre o covid 19. É inacreditável que fizeram e propagaram tudo ao contrário em nosso país, viramos pária no mundo científico. Se não fosse as medidas dos gestores dos Estados e municípios, estaríamos em números de mortos bem mais elevados. Desde de quando que a economia brasileira vale mais de as nossas vidas. E as milhares de famílias que perderam os entes queridos e amigos, isso não significa nada,só o comércio.” Sinto muito pelas vidas pedidas” só isso basta. Em nenhum momento teve apreço pelo bem estar da com sociedade, o quê importa é a reeleição do ” jair se acostumando em 2022″

    1. Discordo completamente e o tempo irá mostrar as centenas de milhares de vidas que foram ceifadas pela enorme companha de desinformação e combate aos tratamentos CIENTIFICAMENTE COMPROVADOS contra o Covid.
      A quantidade de trabalhos, publicações e meta análises a respeito de medicamentes como a Ivermectina, Hidroxicloroquina, Vitamina D, Proxalutamida, Nitazoxamida e outros é enorme, não vou nem perder o meu tempo indicando as referências, pois estão facilmente disponíveis para quem quiser buscar.
      A Ivermectina é comprovadamente extremamente eficaz contra esse vírus e isso já foi demonstrado largamente, não apenas em experimentos, mas em diversas aplicações práticas. Muitas vidas foram perdidas no esforço conjunto de parte da mídia, das redes sociais e de políticos, que demonizaram tratamentos efetivos. Conheço muitas pessoas que deixaram de se tratar pela desinformação e infelizmente algumas próximas que foram a óbito.
      Impedir alguém de se buscar tratamentos que poderiam salvar a sua vida é assassinato, o resto é apenas narrativa infundada.
      Não importa o quanto a mentira da ineficácia dos medicamentos comprovadamente eficazes continue a ser propagada, o tempo é o senhor da razão. No futuro as pessoas que ficaram entre a doença e o tratamento serão vistas pelo que são. Assassinas!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site