Aras abre apuração preliminar sobre suposta ameaça de Braga Netto às eleições

Manifestação da PGR foi solicitada pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal
-Publicidade-
O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, é alvo de uma investigação preliminar aberta pela PGR
O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, é alvo de uma investigação preliminar aberta pela PGR | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, determinou a abertura de uma apuração preliminar sobre a suposta ameaça feita pelo ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, às eleições de 2022.

O ministro nega que tenha feito qualquer ameaça ao processo eleitoral caso o voto verificável não fosse aprovado — como, de fato, não foi — pelo Congresso Nacional.

Leia mais: “Braga Netto volta a negar que tenha feito ‘ameaça’ às eleições de 2022”

-Publicidade-

Segundo reportagens veiculadas na grande imprensa, o ministro teria enviado um recado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), sugerindo que, se o atual sistema 100% eletrônico de votação fosse mantido tal como está, não haveria eleição no ano que vem.

Leia mais: “Câmara convoca Braga Netto para explicar suposta ameaça às eleições”

Parlamentares de oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que as supostas ameaças fossem apuradas. O ministro Gilmar Mendes, relator do caso, pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR). Aras, então, informou que uma investigação preliminar foi aberta para apurar os fatos — o que é praxe nessas situações.

Uma investigação formal sobre a conduta do ministro da Defesa só deverá ser instaurada se surgirem indícios mais robustos de que ele teria ameaçado as eleições no Brasil.

Leia também: “Na reta final da CPI, Renan defende convocação de Braga Netto”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. É nisso que dá ser cagões iguais nossas forças armadas, pois o antro em que se tornou o Brasil merecia uma intervenção para colocar ordem na casa. Se estão com medo de intervenção seja da China e dos EUA, melhor acabar então com elas, porque saem caras para a nação.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.