Aras envia à CPI da Covid investigações contra governadores

Constam no documento baseado em dados do STJ Wilson Lima, Rui Costa, Romeu Zema, Helder Barbalho e João Doria
-Publicidade-
O PGR, Augusto Aras, em sessão no STF
O PGR, Augusto Aras, em sessão no STF | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, encaminhou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 apurações em curso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) referentes a cinco governadores: Wilson Lima (Amazonas), Rui Costa (Bahia), Romeu Zema (Minas Gerais), Helder Barbalho (Pará) e João Doria (São Paulo). Pesam contra eles denúncias de supostas irregularidades cometidas com o dinheiro destinado ao enfrentamento do coronavírus. O caso é popularmente conhecido como Covidão, em que verbas públicas foram desviadas por prefeitos e governadores.

No documento enviado na segunda-feira 17, Aras informou que o levantamento é “oriundo da Assessoria Jurídica Criminal no STJ deste gabinete, contendo dados acerca dos procedimentos investigativos criminais em que se apuram crimes relacionados à aplicação de recursos destinados ao combate à pandemia e que estão sob a responsabilidade daquela assessoria”. O PGR garantiu, ainda, que “o compartilhamento de documentos e informações entre autoridades em esforços apuratórios são muito úteis para o progresso de suas respectivas linhas investigativas”.

Doria (PSDB)

-Publicidade-

Há quatro investigações preliminares contra o tucano: duas sobre aquisição de doses da Coronavac; e outras duas acerca da compra de respiradores supostamente superfaturados.

Wilson Lima (PSC)

Contra o governador do Amazonas, o PGR destinou a seguinte papelada: denúncia sobre aquisição de respiradores e outro sobre irregularidades em um hospital de campanha; quatro notícias de fato, que são investigações preliminares.

Rui Costa (PT)

O governador da Bahia teria superfaturado respiradores.

Romeu Zema (Novo)

A Justiça investiga a construção de um hospital de campanha.

Helder Barbalho (MDB)

Há dois inquéritos contra o emedebista: um sobre aquisição de 1,6 mil unidades de bomba de infusão e outro de aquisição de 400 ventiladores.

Com informações da CNN Brasil

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Atrás desse “”matinho”” devem ter muito mais coelhinhos “”suspeitos””… Vamos torcer para mais patriotas aparecerem para denunciar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site