Azevedo apresenta hoje nova estratégia de defesa nacional

Documento alerta para as possibilidades de conflito na América do Sul
-Publicidade-
O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva | Foto: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva | Foto: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL | O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva | Foto: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

Texto alerta para possibilidades de conflito na América do Sul

azevedo
O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva
Foto: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

O governo deve entregar ao Congresso Nacional, nesta quarta-feira, 22, a Política Nacional de Defesa. Em síntese, o documento trata de medidas que o Brasil adotará para se proteger de ameaças externas. Entre os principais pontos do texto de 21 páginas estão: 1) O alerta para as possibilidades de conflito na América do Sul (mas sem citar a Venezuela); 2) A proteção do patrimônio brasileiro, como reservas do pré-sal no Atlântico Sul, onde houve derramamento de óleo por um navio espião.

-Publicidade-

Leia também: Governo entrega reforma tributária

“Não se pode desconsiderar tensões e crises no entorno estratégico, com possíveis desdobramentos para o Brasil, de modo que poderá ver-se motivado a contribuir para a solução de eventuais controvérsias ou mesmo para defender seus interesses”, informa um trecho da proposta. Além disso, o Ministério da Defesa ressalta a necessidade de proteção da Amazônia. Conforme o texto que deve ser apresentado pelo ministro Azevedo, há suspeita de espionagem na região.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.