Barroso determina que Polícia Federal garanta segurança na Terra Indígena Munduruku

Região, localizada no Pará, foi palco de conflito entre garimpeiros e agentes de forças de segurança
-Publicidade-
Terra Indígena Munduruku fica em Jacareacanga, no Pará
Terra Indígena Munduruku fica em Jacareacanga, no Pará | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Polícia Federal (PF) adote todas as medidas necessárias para “garantir a vida e segurança” de todos que estão na Terra Indígena Munduruku, em Jacareacanga (PA).

Na última quarta-feira, 26, garimpeiros entraram em conflito com agentes de forças de segurança para impedir uma operação de combate à mineração ilegal nas terras indígenas Munduruku e Sai-Cinza. Ao todo, dez pessoas ficaram feridas.

-Publicidade-

Segundo o magistrado, a PF terá de ampliar a força na área ou, se for necessário, deslocar efetivos para a região. Barroso deu, ainda, prazo de 48 horas para que a Polícia Federal no Pará preste informações sobre a operação realizada na Terra Indígena Munduruku.

Com informações do portal G1

Leia também: “A soma das áreas preservadas em propriedades rurais supera as existentes em terras indígenas”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

  1. Por que os indígenas merecem mais proteção que as desprotegidas populações urbanas de todo o Brasil? Nada contra os índios, vulneráveis. Mas a população pede socorro também. E foi esquecida. Aliás, abandonada, já que várias operações são supremamente proibidas. Há algo de estranho no Reino da Dinamarca.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site