Barroso vê ‘erosão’ da democracia no mundo e fala em restabelecê-la

Ministro do STF defendeu 'autocrítica dos democratas'
-Publicidade-
O ministro Luís Roberto Barroso, durante sessão no STF que julgou o compartilhamento de dados bancários e fiscais - 28/11/2019 | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O ministro Luís Roberto Barroso, durante sessão no STF que julgou o compartilhamento de dados bancários e fiscais - 28/11/2019 | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta sexta-feira, 13, que a democracia no mundo passa por “um processo de erosão”. Em virtude disso, é preciso “restabelecê-la”. A declaração foi proferida durante o Congresso Brasileiro de Magistrados, realizado em Salvador.

“No século 20, a democracia derrotou todas as alternativas que se apresentaram: o comunismo, o fascismo, o nazismo e ditaduras militares e fundamentalistas”, disse o magistrado. “Recentemente, alguma coisa não parece estar bem. É um período de recessão democrática, legalismo autocrático e outros nomes para esse momento de erosão da democracia.”

-Publicidade-

Sem listar o Brasil, o juiz do STF citou Hungria, Polônia, Turquia, Rússia, Filipinas, Venezuela, Nicarágua e El Salvador como governos autoritários, além de “turbulências” recentes nos Estados Unidos e no Reino Unido. O ministro defendeu uma “autocrítica de democratas” para o restabelecimento da democracia no mundo, sem mencionar como se concretizaria essa sugestão.

Conforme Barroso, a “ascensão de um processo autoritário e populista” se dá por insuficiências da própria democracia. Durante a palestra, o magistrado não fez menções ao Brasil e disse querer “evitar polêmicas” em sua falas.

Leia também: “A negação da democracia”, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 112 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.