-Publicidade-

Bia Kicis afirma que terá atuação imparcial na CCJ

Deputada também reforçou que respeitará a Constituição Federal
Deputada Bia Kicis
Deputada Bia Kicis | Foto: Will Shutter/ Câmara dos Deputados

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) usou as redes sociais nesta quinta-feira, 4, para rebater declarações contrárias a sua indicação para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Câmara. Ela garantiu que, se eleita, terá uma atuação pautada pela imparcialidade.

Pelas redes sociais, a deputada destacou que todos sabem das suas convicções políticas e que terá isenção ao lidar com os projetos apresentados na CCJ.

Leia mais: “YouTube derruba canais do site Terça Livre”

“Se honrada com a confiança dos meus pares, minha atuação à frente da CCJ será pautada pela imparcialidade, diálogo, previsibilidade e respeito à CF [Constituição Federal] e ao regimento, com isenção em todos os projetos apresentados”, tuitou.

Bia Kicis também disse que segue a linha do novo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Nas redes sociais, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) e deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) fizeram ataques a Kicis.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. Os ministros do STF têm pavor da Bia, porque sabem de sua firmeza e que não faz negociatas supremas. A PEC da Bengala é um de seus temores.
    Resta saber se Ramos vai usar a intimidação suprema, pra convencer Bolsonaro a tirar o apoio a Bia.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês