Bolsonaristas montam força-tarefa para criar Aliança pelo Brasil até o fim do ano

Deputados vão apoiar processos burocráticos, como escanear fichas de apoiamento. Meta é agilizar tudo para encaminhar o quanto antes ao TSE
-Publicidade-
Bancada 'bolsonarista' do PSL articula a criação do partido | Foto: Marcos Corrêa/PR
Bancada 'bolsonarista' do PSL articula a criação do partido | Foto: Marcos Corrêa/PR

Deputados vão se dedicar a processos burocráticos, como escanear fichas de apoiamento. Meta é agilizar tudo para encaminhar quanto antes ao TSE

Bancada “bolsonarista” do PSL articula a criação do partido | Foto: Marcos Corrêa/PR
-Publicidade-

Os deputados da “ala bolsonarista” do PSL estão confiantes em que o Aliança pelo Brasil seja criado até o fim deste ano. O assunto foi amplamente debatido com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no café da manhã de ontem, quarta-feira 29. Os parlamentares evitam cravar um prazo, mas garantem que farão uma força-tarefa para viabilizar a fundação da legenda.

O café da manhã foi classificado como muito proveitoso pelos parlamentares. Os deputados fizeram uma avaliação do cenário político, discutiram ações do governo federal no combate à covid-19 nas vertentes econômica e sanitária e uma aproximação maior do bloco na linha de frente da defesa do Executivo. Mas o centro das atenções foi o Aliança.

A meta é aproveitar os horários vagos nas agendas — em decorrência do confinamento imposto nos Estados — para mobilizar uma força-tarefa nas etapas burocráticas restantes. O passo atual é escanear as fichas de apoiamento colhidas. Ao todo, a comissão provisória do futuro partido obteve algo próximo de 1,5 milhão de assinaturas.

A força-tarefa vai pegar cada ficha de assinatura e escanear para enviar a documentação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para a criação do partido, são necessárias 492.015 rubricas. A legislação eleitoral exige assinaturas equivalentes a 0,5% dos votos totais computados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados.

Esforços

Além disso, das 492 mil assinaturas, é exigida a coleta mínima de 0,1% do eleitorado em nove Estados. Os deputados estão confiantes em que conseguiram cumprir as exigências, mas só terão certeza após a averiguação pelo TSE. Rubricas de eleitores que estejam filiados a outros partidos, por exemplo, não serão aceitas.

Todos os esforços serão despendidos para pleitear a criação do partido. Mas o objetivo dos parlamentares é fazer tudo sem abdicar dos esforços necessários para votar as matérias legislativas que proponham o combate ao coronavírus, destaca o deputado Filipe Barros (PSL-PR) a Oeste.

Expectativas

“Discutimos bastante a criação do Aliança pelo Brasil, em que ponto está, em que ponto não está e como podemos colaborar. Vamos aproveitar a quarentena para jogar todas as fichas que temos no sistema”, explica Barros. “Calculamos que temos, em média, 1 milhão, 1,5 milhão. Se deu trabalho para coletar, teremos mais trabalho ainda para escanear as fichas. A força-tarefa é para que o partido esteja pronto até o fim do ano”, afirma.

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) endossa as expectativas do parlamentar. “Foi uma reunião muito boa, relaxada, tranquila. Conversamos sobre a expectativa de criação do Aliança ainda neste ano e uma aproximação maior desse bloco de linha de frente do presidente para poder ajudá-lo mais, além de avaliações sobre o cenário atual e futuro”, destaca.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site