Bolsonaro afirma que governo federal não exigirá passaporte vacinal

'Nós compramos vacina para todo mundo, você nunca viu o governo federal obrigar ninguém a tomar vacina', disse
-Publicidade-
Ministro da Cidadania, João Roma, presidente da República, Jair Bolsonaro, e intérprete de libras | Foto: Reprodução/YouTube
Ministro da Cidadania, João Roma, presidente da República, Jair Bolsonaro, e intérprete de libras | Foto: Reprodução/YouTube

Na live da última quinta-feira, 2, o presidente Jair Bolsonaro voltou a se colocar contra o chamado passaporte da vacina. O documento, que comprova a vacinação contra a covid-19, tem sido exigido para que se possa frequentar vários lugares.

“Nós compramos vacina para todo mundo, você nunca viu o governo federal obrigar ninguém a tomar vacina, nem vai ver o governo federal exigir passaporte vacinal”, afirmou.

-Publicidade-

O presidente voltou a afirmar que não tomou vacina contra a covid-19 e fez críticas aos que querem obrigá-lo a ser imunizado.

“Muita gente de esquerda, em especial, querendo a minha morte. Se quer a minha morte, por que fica querendo exigir que eu tome a vacina? Deixa eu morrer, problema é meu, tá?”, disse.

Bolsonaro também questionou pedido de autorização encaminhado à Anvisa pela farmacêutica Pfizer em relação a liberar sua vacina para crianças.

No momento, a vigilância sanitária analisa uma solicitação feita pelo laboratório para imunizar crianças de 5 a 11 anos. Nos Estados Unidos, o imunizante já foi liberado para essa faixa etária.

O presidente voltou a criticar a farmacêutica norte-americana por não se responsabilizar por possíveis efeitos colaterais causados pela vacina contra a covid-19.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.