Bolsonaro brinca com Guedes: ‘Vou na contramão do que ele fala pra mim’

'Quando alguém chega com uma sugestão para a política, eu falo, deixa eu ouvir primeiro o Guedes. Daí eu vou na contramão'
-Publicidade-
Presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Alan Santos/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira, 15, que, quando o assunto é política, vai na “contramão” do que o ministro da Economia, Paulo Guedes, fala para ele.

Em evento no Palácio do Planalto, voltou a brincar que, atualmente, sabe 10% do que Guedes sabe de economia, e o ministro sabe 10% do que ele sabe de política.

-Publicidade-

“Quando alguém chega com uma sugestão para a política, eu falo, deixa eu ouvir primeiro o Paulo Guedes. Daí eu vou na contramão do que ele fala para mim. Nós então nos complementamos, vamos assim dizer”, afirmou, aos risos.

Em seguida, o presidente afirmou que o trabalho da equipe econômica tem sido “fantástico”, e tudo o que Guedes faz é com “enorme responsabilidade”.

“Ano de eleição, é natural, muita gente querer entrar no Orçamento, o Paulo Guedes tem sido bastante vigilante no tocante a isso”, garantiu.

Brasil está condenado a crescer

Ao citar números positivos da economia brasileira, Guedes disse que o Brasil “é duro na queda”. E que o governo Bolsonaro enfrentou a maior crise sanitária dos últimos cem anos.

O ministro afirmou que o governo está com déficit zerado. “Nós estamos prontos para outra briga”, e o país tem “uma liderança determinada do nosso presidente”.

“O Brasil é duro na queda, porque caiu, levantou, tá em pé, já sacudiu e está mais arrumado que o pessoal lá fora”, afirmou, no Palácio do Planalto.

“O Brasil está condenado a crescer, nós temos R$ 1 trilhão e 100 bilhões de contratos de investimentos que serão assinados. Neste ano ainda temos: Eletrobras, Correios, Porto de Santos, Porto de Vitória, Aeroporto Santos Dumont e Aeroporto do Galeão, Aeroporto de Congonhas.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Paulo Guedes, ajuda o presidente Bolsonaro a não SURTAR contra a Petrobras. Você sabe muito bem que a Petrobras não é a vilã da inflação de combustíveis e creio que se ela não aumentasse os preços o nosso glorioso e inútil Senado Federal não teria aprovado a redução do ICMS sobre os combustíveis que lá estavam há 4 meses. Mais, quando o Poder Executivo(AGU) vai INTIMAR a ministra Rosa Weber a depor na PF em 48 hs porque ainda não julgou a ação impetrada em set/21 a respeito da constitucionalidade da forma como é cobrado o ICMS sobre combustíveis?

  2. E ainda corremos risco ter como presidente o “ex condenado” que está louco pra implodir de vez o nosso Brasil, se depender da tal 3° via incentivando os incautos a votarem nulo como foi no Chile, podem dar adeus!

    1. Que Chile nos sirva de lição sobre o resultado do voto nulo, voto em branco e abstenção. Não esta dificil escolher o melhor candidato/proposta. Ver o que foi feito nesses ultimos 3 anos, mesmo com todos os problemas, pandemia, seca, etc … e como as esquerdas deixaram o Brasil nos anos anteriores ao atual presidente, corrupção, inflação, miseria,etc…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.